29 Março 2019      09:09

Está aqui

Seca: Agricultores alentejanos prevêem "ano de calamidade"

Nas áreas do litoral alentejano, como um pouco por todo o Alentejo, cresce a preocupação quanto a um possível seca este verão dada a pouca pluviosidade registada até ao momento.

Na barragem do Monte da Rocha, em Ourique, o armazenamento situa-se nos 11,8 por cento. Nas de Campilhas e Fonte Serne, em Santiago do Cacém, são registados atualmente 16,3% e 33,8% de água, respetivamente.

Esta falta de água nestas albufeiras de Santiago do Cacém e Ourique levou já a Associação de Regantes e Beneficiários de Campilhas e Alto Sado (ARBCAS) a prever "um ano de calamidade" e que só lhes permite contar com a água que chega da barragem do Alqueva e que permitirá regar uma parte da área – 2.800 dos cerca de 6.500 hectares que poderão ficar sem água para cultivo.

Existe ainda a esperança que, à imagem do ano passado, a situação possa mudar com alguma chuva que possa ainda cair, no entanto, ARBCAS irá elaborar um plano de utilização da água para as campanhas primavera/verão que, a ser aprovada, ditará as dotações e a distribuição da água por culturas e aproveitamentos.

 

Imagem de radioourique.pt

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.