20 Julho 2017      09:36

Está aqui

RESTRIÇÕES NO USO DE ÁGUA IMPOSTAS NO ALENTEJO

Ao todo são quinze os concelhos alentejanos onde foram decretadas restrições no uso de água como redução da rega de jardins e hortas, proibição de lavagem de carros e encher piscinas e encerramento de todas as fontes decorativas. Falamos  Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém e Sines, no litoral alentejano, Ferreira do Alentejo, Almodôvar, Alvito, Castro Verde e Aljustrel, no Baixo Alentejo, Arronches no Alto Alentejo e Viana do Alentejo,   Redondo, Alandroal, Arraiolos, e Borba, no Alentejo Central. 

A situação é tão dramática que ficam proibidos os furos para captação de água e se prevê a transferência de peixes  das albufeiras do Divor, em Évora, Pego do Altar em Alcácer do Sal e na represa de Monte da Rocha em Ourique.

As restrições foram aprovadas ontem pela Comissão Permanente de Prevenção, Monitorização e Acompanhamento dos Efeitos da Seca, que está articulada com as autarquias alentejanas.

O governo prepara-se para efetuar furos em Odemira, Arraiolos, Avis, Borba, Alandroal e Mértola para melhorar o abastecimento às populações e tem destinados 510 milhões de euros para utilizar em camiões cisterna para dar resposta às situações mais urgentes.

Imagem de capa de radioourique.pt

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.