20 Novembro 2018      11:17

Está aqui

Rei D. Manuel casa-se com D. Leonor no próximo sábado, no Crato

O casamento real aconteceu ali há 500 anos mas ainda hoje é motivo de orgulho no Crato, Alto Alentejo. E merece uma imponente recriação histórica, com gente trajada e ruas engalanadas para recriar o casamento régio de D. Manuel I com D. Leonor de Castela e dar passagem ao cortejo nupcial.

D. Manuel I, "O Afortunado", era o filho mais novo do infante Fernando, Duque de Viseu filho do rei Duarte I, e sua esposa a infanta Beatriz de Portugal, neta do rei João I. Manuel ascendeu ao trono após a morte de seu primo o rei João II, que não tinha herdeiros legítimos e o nomeou como seu sucessor. Na realidade, foi o único a subir ao trono sem ser parente em primeiro grau ou descendente do antecessor. Para a sua coroação beneficiou da morte de todos os seis pretendentes que sobre ele teriam prioridade, inclusive do filho do Rei.

O casamento com D. Leonor é o seu terceiro casamento e deu uma festa à vila do Crato como ela nunca tinha visto e que os visitantes vão poder assitir com detalhe, no próximo sábado, a partir das 15h00, no Largo do Município, já que os espaços do velho castelo da Azinheira e seu paço, onde efetivamente terão ocorrido as bodas de 1518, não vão poder ser utilizados para o efeito.

O município está a desafiar a população para se inscrever, que tem trajes da época para ceder.

Esta recriação é da responsabilidade da Câmara Municipal do Crato, da Companhia de Teat, para ro Viv’Arte, do Agrupamento de Escolas e da Escola Profissional Agostinho Roseta.

 

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

 

 

 

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.