17 Outubro 2020      12:32

Está aqui

Reguengos de Monsaraz: água residual reutilizada para rega de espaços verdes e serviços

Há um projeto de economia circular que o Município de Reguengos de Monsaraz quer ver aplicado à prática e que será a reutilização de água residual tratada para rega e águas de serviço.

O investimento é de cerca de 331 mil euros e tem por base o crescimento das instalações da Maporal – Matadouro de Porco de Raça Alentejana, da qual se estima possa surgir um volume diário de água residual tratada e rejeitada no meio hídrico de 700m3.

Estes 700m3 de água serão assim reutilizados pela autarquia, reduzindo os consumos de água potável para usos como a rega de espaços verdes, lavagens de ruas e viaturas, bem como para águas de serviço, nomeadamente higiene urbana e infraestruturas de esgotos domésticos e pluviais.

A autarquia presidida por José Calixto tem também como objetivos incrementar a reutilização das águas residuais tratadas para usos agrícolas ou urbanos compatíveis com a sua qualidade final e aumentar a resiliência do sistema de abastecimento de água em baixa do concelho a períodos de escassez de água, de modo a adaptar o sistema às alterações climáticas.

Com este projeto são esperadas reduções nos consumos de água no sistema público de distribuição de água do concelho de 37.650m3 por ano, que representam atualmente menos 22.590 euros de custos por ano.

Está prevista a recolha e envio da água residual tratada (tratamento secundário) para a Estação de Tratamento Terciário (avançado), o tratamento avançado da água residual tratada de modo a garantir qualidade de água de reutilização de Classe A e o armazenamento e distribuição para os pontos de rega e usos de serviços.

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.