2 Setembro 2019      00:30

Está aqui

Rede Expressos vai ter concorrência alemã a partir de dezembro

A liberalização do transporte rodoviário entre cidades portuguesas abre a porta à entrada da FlixBus, uma empresa alemã de transportes, que se prepara para entrar no mercado nacional a partir do próximo mês de dezembro.

Segundo o Dinheiro Vivo os mais de seis milhões de passageiros que todos os anos utilizam autocarros expresso em Portugal vão ter mais opções no final do ano: a partir de 4 de dezembro, o mercado doméstico será liberalizado e qualquer operador poderá fazer viagens entre cidades portuguesas.

A portuguesa Rede Expressos, que domina este mercado, vai passar a ter a concorrência e o gigante alemão FlixBus deverá ser o maior adversário. “O acesso livre de todos os operadores a um mercado que se encontrava bloqueado traduzir-se-á em melhor qualidade do serviço, permitirá a modernização do ecossistema português de transporte de longa distância e, acima de tudo, beneficiará muito positivamente aqueles que são sempre os últimos beneficiários de qualquer sistema de mobilidade: os passageiros”, adianta fonte oficial da empresa. Fundada em 2013, a FlixBus está presente em 30 países na Europa e também nos Estados Unidos.

Ainda segundo o Dinheiro Vivo só no ano passado, vendeu 100 milhões de bilhetes e levantou 500 milhões de euros em financiamento privado. É detida pela holding Flixmobility – avaliada em mais de dois mil milhões de euros -, que também já lançou um serviço ferroviário na Alemanha e terá, em breve, uma plataforma de boleias (FlixCar). No plano teórico, as empresas que entrarem em Portugal poderão fazer as rotas que entenderem, de norte a sul do país. A Rede Expressos considera que a FlixBus estará apenas interessada nas rotas entre as grandes cidades mas não será ameaça nas rotas para o interior do país.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.