9 Junho 2017      10:47

Está aqui

RAÇA ALENTEJANA DE SERRA D'AIRES EM VIAS DE EXTINÇÃO

Há uma raça de cães alentejana que está em vias de extinção e que é preciso assegurar a sua preservação. O alerta vem de Francisco Félix, presidente da Associação do Cão de Serra D'Aires (ACSA) que, em declarações à Rádio Portalegre, desafiou o Estado a empenhar-se na "preservação enquanto património genético, cultural e turístico" do Cão da Serra D'Aires que está em vias de extinção.

A ACSA foi fundada em 2014, com o objetivo de revitalizar, promover e divulgar o Cão da Serra D’Aires e, segundo Francisco Félix, tem contado com a ajuda de alguns municípios do Alto Alentejo para levar esta missão a bom porto.

Para o efeito no próximo sábado, 10 de junho, às 10h30, a vila do Crato, no Alto Alentejo, recebe o II Concurso Regional do Cão da Serra D’Aires, cuja participação é gratuita e a inscrição pode ser feita na hora.

O Cão da Serra d'Aires teve origem nos cruzamentos entre o Cão pastor da Catalunha e Cães pastores dos Pirinéus. Foi muito utilizado para conduzir e pastorear pelas planícies do Ribatejo e Alentejo. Adaptado ao frio cerrado do Inverno e ao calor tórrido do Verão, o Cão de Serra de Aires tornou-se na companhia dos pastores alentejanos. É também utilizado como cão de guarda devido à sua desconfiança em relação a estranhos e capacidade de vigilância.

Imagem de capa de vetbehavior.blogspot.pt

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.