29 Setembro 2017      11:18

Está aqui

PROSPECÇÃO DE PETRÓLEO NO MAR DO ALENTEJO DESMENTIDA

A Entidade Nacional para o Mercado de Combustíveis (ENMC) desmentiu que tenham ocorrido "trabalhos de sondagem com vista à prospecção de petróleo" no mar ao largo de Aljezur, como foi divulgado pelos ambientalistas da Climáximo e do Alentejo Litoral pelo Ambiente (ALA), que exigiram esta semana em comunicado uma explicação do Governo sobre “sondagens” que estariam a decorrer na Costa Alentejana após terem dado com um registo de um navio estrangeiro, o italiano Vos Purpose, entre Sines e Aljezur.

Os ambientalistas admitiram então desconhecer se a sondagem dizia respeito aos contratos de prospecção de hidrocarbonetos, que julgavam caducados e por isso questionaram também o governo em relação a esta matéria mas deram "um sinal de alarme".

Os mesmos ambientalistas avançam que terão em sua posse informação fidedigna da saída de um navio de perfuração contratado pela ENI e pela GALP, que detêm 3 concessões para prospecção de petróleo na costa alentejana, para o furo de Aljezur, vindo da Namíbia, em direcção a Portugal.

Em julho deste ano Carlos Gomes da Silva, presidente da GALP Energia, garantia em conferência de imprensa que os furos exploratórios no mar ao largo de Aljezur e Sines avançarão em 2018.

Imagem de capa de ibtimes.co.uk

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.