11 Dezembro 2019      11:15

Está aqui

Porto de Sines testa reacção a derrames e explosão de 3 mil metros cúbicos de gás natural

O Porto de Sines foi palco da realização do primeiro treino prático com fogo real de Gás Natural Liquefeito (GNL), que envolveu a REN Atlântico, concessionária do terminal especializado, onde é movimentada o GNL, e a APS – Administração dos Portos de Sines e do Algarve, como avança a Revista Cargo.

Durante o treino foram inflamados cerca de 3 metros cúbicos de gás natural liquefeito, em obstáculo do tipo "pool fire", correspondentes a cerca de 1800 metros cúbicos de gás natural na sua forma gasosa, o que permitiu treinar técnicas de contenção e dispersão de pluma, controlo de vaporização e extinção de incêndio, adiantou a administração portuária.

"O projecto de estabelecer um parque de treinos específico para este produto tem vindo a ser trabalhado entre a autoridade portuária e a concessionária, com o intuito de treinar os first responders de ambas as entidades em ocorrências que envolvam derrames e inflamação de GNL, culminando agora na realização de um exercício que antes não era possível na Península Ibérica", vincou a Administração do Porto de Sines.

O Porto de Sines está localizado o único terminal de gás natural do país, que actualmente é responsável pelo fornecimento de cerca de 90% das necessidades nacionais, assumindo-se como uma alternativa bastante viável ao gasoduto terrestre, que liga a Argélia ao velho continente.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.