5 Agosto 2019      12:29

Está aqui

Pedreiras de Borba falham entrega de projeto de segurança

Os proprietários das duas pedreiras de Borba onde uma derrocada matou 5 pessoas em novembro de 2018, falharam a entrega dos projetos de segurança e estabilização das pedreiras, segundo avança hoje a TSF. As pedreira não conseguiram entregar dentro do prazo os estudos e projetos para garantir a segurança e estabilização das pedreiras, o que pode resultar agora numa queixa do Estado junto do Ministério Público.

O caso arrisca-se a acabar com uma queixa do Estado no Ministério Público na sequência de um processo de avaliação que envolveu 155 pedreiras do país identificadas no "Plano de Intervenção nas Pedreiras em Situação Crítica", feito depois do acidente em Borba.

Ainda segundo a TSF, os empresários das pedreiras de Borba têm-se queixado da impossibilidade de cumprir os prazos definidos pelo Estado, por falta de condições de segurança para fazer os trabalhos do estudo geotécnico, e podem agora ser acusados do crime de desobediência, o que só deverá acontecer se a resposta das pedreiras em causa não for feita até setembro, um novo prazo dado pela Direção-Geral de Energia e Geologia devido  às "condicionantes decorrentes da especificidade do local".

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.