29 Junho 2019      12:38

Está aqui

Para quando a resolução do problema da falta de água quente no Hospital Espírito Santo de Évora?

De acordo com o noticiado em órgãos de comunicação social nacionais e de acordo com o depoimento de várias testemunhas, há mais de um mês que o Hospital Espírito Santo de Évora, se encontra com falta de água quente, situação esta que está a provocar várias queixas por parte de utentes e funcionários.

A informação prestada é que o referido corte de água quente se deve ao facto de em maio deste ano ter sido detetado um caso de legionella nas instalações da Unidade Hospitalar.

Deste modo, as autoridades médicas avançaram que os duches dos utentes tinham de ser tomados sempre com recurso a água fria, de acordo com o mesmo comunicado.

A situação vai manter-se até novas ordens.

Estamos perante uma situação em que, sobretudo as crianças, os mais velhos e os mais fragilizados são forçados a tomar banho de água fria. 

Apesar dos enormes esforços que as equipas de saúde e funcionários do Hospital Espírito Santo de Évora têm efetuado, estamos perante uma situação que é claramente inadmissível!

A solução técnica até poderia ser adequada. O que não parece razoável é a demora para resolver este grave problema e pior ainda, é a falta de capacidade em se arranjar uma solução alternativa.

Não é aceitável não se resolver rapidamente esta situação. Os doentes e outros utentes não têm culpa da ineficácia e ineficiência do HESE.

 

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

 

 

 
CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.