30 Setembro 2019      10:47

Está aqui

Os alentejanos morrem mais cedo

Um estudo do Instituto Nacional de Estatística (INE) e que revela que os alentejanos vivem menos que os habitantes das outras regiões.

Estes dados sobre a esperança média de vida em Portugal revelam que a região do Cávado, com destaque para Braga, é a região com maior longevidade, estando o Baixo Alentejo no polo oposto, a para das ilhas, as áreas onde os indicadores de esperança de vida, à nascença, é mais baixa.

A diferença da esperança média de vida de Braga para o Baixo Alentejo, como por exemplo nos concelhos de Mértola ou Aljustrel, é de 3,05 anos.

A norte, os dados sobre a esperança média de vida indicam que se pode viver-se até aos 81,18 anos; no centro até 81,11 anos; na área metropolitana de Lisboa até aos 80,94 anos. Já nas ilhas, nos Açores a média é de 77,85 anos e na Madeira de 78,3 anos. No Baixo Alentejo é de 79,93 anos.

A nível nacional, na última década, a esperança média de vida aumentou mais de ano e os dados mostram ainda que as mulheres vivem mais que os homens: 83,43 anos face aos 77,78 dos homens, apesar da distância ter sido encurtada. No que toca às mulheres, estes dados estão dentro da média europeia, já os dos homens continuam abaixo.

 

 

Imagem de spdm.org.br

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.