10 Novembro 2016      16:57

Está aqui

O ALENTEJO JÁ DESENVOLVE AGRO-INDÚSTRIA DE PONTA

Juntam-se dois sectores relevantes na atualidade e com crescente investimento no Alentejo e o resultado só pode ser bom. Falamos da agricultura, um sector tradicional que tem recebido nos últimos anos uma atenção que havia perdido há décadas e a tecnologia onde o Alentejo começa a dar cartas. Instituições de Ensino Superior, o sector privado e a multiplicação de núcleos de investigação e empreendedorismo têm promovido uma cultura de inovação que procura aproveitar o potencial da região, a inteligência e o conhecimento científico para criar riqueza.
 
Um dos exemplos mais recentes pode ser dado pela Science 4 Food, uma Spin-off da Universidade de Évora, que tem como promotores, a Q-Staff e a TerriuS,  e que definiu como objectivo principal a aproximação da ciência e da tecnologia agroalimentar às empresas do sector, podendo funcionar como um departamento de I&D no desenvolvimento de novos produtos ou outras soluções de mercado.
 
Os primeiros resultados do trabalho desta spin-off, uma empresa de transferência de tecnologia e formação de empresas de alta tecnologia, vão ser debatidos no seminário Inovação na Agro-indústria – Uma necessidade Atual?, a 18 de novembro, no Parque de Ciência e Tecnologia do Alentejo, onde se abordarão as questões de combate ao desperdício alimentar, a avaliação da qualidade dos frutos ou as tecnologias na produção de carne.
 
A entrada é livre mas carece de inscrição obrigatória que pode ser feita em https://goo.gl/forms/lL8jt2zuhAlOQ4Qz1
 
Imagem de capa da vidarural.pt

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.