3 Junho 2020      12:02

Está aqui

Novo Hospital Central do Alentejo: BE preocupado com "atraso no início das obras"

Moisés Ferreira, deputado do BE

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda (BE), através do seu deputado Moisés Ferreira, entregou ontem uma Pergunta dirigida ao Ministério da Saúde sobre o "atraso no início das obras do novo Hospital Central do Alentejo", em Évora.

O BE não compreende porque motivo a obra ainda não arrancou, tendo em conta que concurso público internacional para a construção deste novo Hospital foi lançado no dia 14 de agosto de 2019 e a adjudicação para a construção do hospital ocorreu no dia 3 de março a uma empresa espanhola.

O Bloco de Esquerda considera urgente que sejam efetuadas "as diligências necessárias por parte do Ministério da Saúde para que se possa iniciar um projeto tão importante para o Alentejo e para o Serviço Nacional de Saúde", responsabilizando a demora, na falta de aprovação do orçamento por parte do Ministério da Saúde.

O futuro Hospital Central do Alentejo, em Évora, está orçado em mais de 180 milhões de euros e desenhado para, numa primeira linha, responder a 200 mil pessoas e, numa segunda linha, mais de 500 mil pessoas.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.