12 Agosto 2019      17:19

Está aqui

Mais uma greve dos motoristas…

Pois é, chegou mais uma greve dos motoristas, em plena época alta das férias. O que esperar? Uma verdadeira corrida aos combustíveis e aos bens essenciais nestes dias?

Desculpem que vos diga, mas que férias de m*r*a! As férias são para ir passear, ir à praia, a sítios culturais. Não para correr para uma bomba de gasolina e aguardar horas por uma gota. Tempo desperdiçado…

Parece que o dia 05-08-2019 era essencial para se saber, decidir, se a greve avançava ou não.

Pelo que entendi, seria difícil chegarem a um acordo. Pois todos têm as suas ideias únicas para reidivincar. São, portanto, tentativas frustradas para chegar a um acordo que nunca existirá. Pois o que se escreve e o que se sente são duas coisas diferentes. E só os motoristas em si poderão dizer melhor aquilo que pretendem mesmo. E o governo só tem de ouvir, claro.

Pois, pelo que entendi, as dificuldades de um motorista são muitas.

Deixo aqui um testemunho de uma esposa de um motorista, retirado de um grupo do Facebook dedicado aos motoristas de pesados, que creio que esclarece muito a realidade do que se passa, afinal:

Márcia Fernandes: Vejo tanto comentário que dá nojo! Recebem 1500€/2000€!? Onde está esse ordenado maravilhoso e que o meu marido nunca recebeu.

Trabalham que nem animais, gastam o dobro do dinheiro sim, se muitas pessoas que estão a criticar não sabem.

Um motorista de pesados dorme e come no camião, a maioria das vezes não dorme em casa, porque não conseguem chegar, não eles não fazem 8 horas como pensam! Saudades da família? Eles têm muitas, é doloroso, principalmente quando existem crianças pequenas, eles também choram de saudades, são seres humanos, não animais.

Tomar banho nem se fala, muitas vezes só ao fim de semana, lembrando que as vezes chegam ao sábado ou abalam ao domingo, passear por vezes nem isso podem fazer com a família, tirar férias no verão!! Peço desculpa pelo palavrão! Foda-se queixam-se da merda do combustível porque não podem ir para merda da praia, o motorista anda no camião enquanto passeiam sem ar condicionado. Sem condições. Por vezes nem frigorífico para refrescar uma água, bebem chá! Se não fossem os motoristas de pesados não tinham os carrinhos para andar; alimentos; combustível! Entre outros! Não se esqueçam que eles vão a nada. Valorizem a profissão não desvalorizem! Assinado: mulher de motorista. E mais não esquecendo neste momento há patrões a apertarem com os funcionários e obrigados trabalhar.

PS: se sofro? Sofro, sim!

Tenho uma criança de 6 anos que chora com saudades do pai, o pai se vem a casa ele já está a dormir, quando acorda ele já abalou. Quando o vê abraça-o com muito anos, as saudades apertam muito. Todos dias a acidentes, o nosso coração aperta, correm risco de vida todos os dias, eu sei que algumas pessoas vão criticar, mas não me importo, eu APOIO OS MOTORISTAS!

Eu só peço ao governo, sentem-se e pensem que, como este testemunho, existem muitos idênticos. Por uma vez, parem de pensar nos vossos bolsos e pensem nos que estão a trabalhar em condições (quase) desumanas. Ajam, antes que o vosso governo acabe à força destas lutas.

Imagem de capa de recordeuropa.com

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.