19 Fevereiro 2019      11:40

Está aqui

Mais de 1/4 das farmácias em Beja pode fechar portas

Os dados são da Associação Nacional de Farmácias (ANF) e a notícia está a ser avançada pelo Diário do Sul: há 15 farmácias em Beja que correm o sério risco de serem encerradas. Sete delas estão em processos de insolvência  e oito estão em processos de penhora. Significa que mais de um quarto das farmácias do Distrito de Beja (26,(%) podem ser forçadas a encerrar portas.

A situação é de tal forma crítica que o presidente da ANF, Paulo Cleto Duarte, está hoje, terça-feira, no Baixo Alentejo, para recolher assinaturas para a petição à Assembleia da República "Salvar as Farmácias, Cumprir o SNS". 

A ANF adianta também que neste momento são 679 as farmácias em Portugal que enfrentam processos de penhora e insolvência, o que corresponde a 23,2% da rede. A petição da ANF pede a atribuição de incentivos e melhores condições de funcionamento para as farmácias mais frágeis e as proibições de concentrações de farmácia, da instalação dentro de hospitais e da prática de descontos nos medicamentos com preço fixado pelo Estado.

O documento recorda que "as farmácias têm prejuízo para garantirem a dispensa de medicamentos comparticipados pelo Estado” e que as unidades de menor dimensão, "que servem populações mais isoladas e envelhecidas, não estão a conseguir sobreviver”.

"A austeridade sobre o setor do medicamento não pode ser eterna”, acrescentam, lembrando que no ano passado faltaram 64 milhões de embalagens de medicamentos nas farmácias.

Os signatários solicitam ao Parlamento que aprove "um critério de remuneração igual para todos os agentes do sector do medicamento, que permita uma remuneração justa e adequada do serviço farmacêutico”.

 

Imagem de capa de sple.pt

 

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

 

 

 

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.