4 Fevereiro 2018      11:09

Está aqui

CRESCE O INTERESSE DA EXTREMADURA NO PORTUGUÊS

As povoações raianas sempre se relacionaram com o outro lado da fronteira como se ela não existisse. Esta relação teve obviamente marcas na cultura e na língua. Quer o português na extremadura espanhola, quer o espanhol no Alentejo tem o seu número elevado de falantes e, nas escolas, essas línguas assumem cada vez mais um papel importante no desenvolver da relação com o mundo e com o expandir horizontes.

É essa também a crença da responsável pela Educação e do Emprego da região da Extremadura, Esther Gutiérrez, que anunciou, esta semana, em Jerez de los Caballeros, em Espanha, que será assiando, em breve, um novo memorando de entendimento para impulsionar o Português nesta região espanhola.

O anúncio – que foi feito no congresso "Los idiomas, una puerta abierta a Europa" – tem o objetivo de consolidar o Português como segunda língua estrangeira e desenvolver ainda mais iniciativas transfronteiriças em matéria de formação, ensino e aprendizagem das línguas espanhola e portuguesa.

Em Espanha, três em cada quatro pessoas que estudam Português em Espanha aprendem a língua na Extremadura. Esta comunidade autónoma é a única que tem mesmo secções bilingues de português; são 72 os centros educativos que têm o português como oferta formativa de segunda língua estrangeira e 11 como terceira.

 

Imagem de elcorreoextremadura.com

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.