31 Maio 2019      17:34

Está aqui

Grândola começa a produzir para a Airbus ainda este ano

A unidade fabril aeronáutica da multinacional francesa Lauak, em Grândola, vai começar a funcionar em outubro deste ano. É a convicção de Armando Gomes que, há margem de um debate no Portugal Air Summit, em Ponte de Sor, informou os jornalistas da fase de conclusão em que a obra se encontra, da maquinaria que a fábrica já recebeu e da qualificação aeronáutica ENO 1100, que já certifica as três linhas autónomas de produção daquela unidade.

A fábrica da Lauak custou 32 milhões de euros e projeta criar cerca de 275 postos de trabalho até 2023. Ainda segundo o presidente da empresa em Portugal a fábrica de Grândola vai ter três linhas autónomas de produção, para a produção de peças destinadas ao avião A320 da Airbus, para o modelo A330 e para o Falcon, sobretudo materiais compósitos e portas de bagageira de carga.

 

Imagem de capa de sinenouvelle.com

 

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

 

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.