7 Fevereiro 2020      11:25

Está aqui

Feira em Serpa é o paraíso para os amantes de queijo

O queijo é um vício e o impacto que tem nos apreciadores é particularmente potente por causa da caseína, uma substância põe os recetores opióides do cérebro (ligados ao vício) em alerta. Fica a perceber porque não consegue parar de comer queijo.

Pois há uma feira em Serpa que não só é um regalo para os olhos, já que tem mais de 100 expositores nacionais e espanhóis, mas um autêntico paraíso para os apreciadores porque é inteiramente dedicada ao queijo, com uns apontamentos de outros produtos tradicionais que a grande maioria também gosta. Com o magnífico queijo da casa, que tem mais de 5 mil anos de saber acumulado. Para datar com alguma segurança o aparecimento do queijo, é preciso recuar ao momento em que a humanidade domesticou as ovelhas, ou seja entre o ano 8 000 e o ano 3 000 antes de Cristo, uma margem mais que segura, portanto. Segundo a organização, o aparecimento do queijo naquela região data de 3 000 anos antes de Cristo.

A Feira do Queijo do Alentejo, é assim que se chama, decorre este ano entre os dias 28 deste mês e 1 de março, em Serpa, conta com 118 expositores, sendo 44 de produtores de queijos, 33 de produtos tradicionais, 16 de artesanato, nove de instituições, oito de empresas relacionadas com produção de queijo e derivados e oito de tasquinhas.

A Câmara de Serpa destaca oito queijos que ali vão estar expostos com DOP, nomeadamente os de Serpa, Azeitão, Castelo Branco, Évora, Merendeira de Ovelha de Évora, de Nisa, Serra da Estrela e Requeijão Serra da Estrela. Também será possível provar e comprar quatro queijos de Espanha, nomeadamente dois com DOP, o de la Serena e o Manchego, e dois de cabra, um de pasta mole e outro certificado em modo de produção biológica.

Mas a feira não se esgota no paladar. Há oficinas de fabrico de queijo, artesanato, cães de pastoreio e dois concursos, um para escolher os melhores queijos da feira deste ano e outro de ovinos de raça Ile de France. Para além da música com os Soulmate e o espetáculo de tributo ao grupo sueco ABBA, respetivamente nos dias 28 e 29 deste mês, e a atuação do grupo de música tradicional alentejana Koincidências, no dia 1 de março, no Pavilhão das Tasquinhas. E Dj's pela noite fora nos dias 29 de fevereiro e 1 de março, no Pavilhão das Tasquinhas. E cante. Muito cante. Vá lá matar o vício. Pode ser que nos cruzemos.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.