3 Junho 2018      10:58

Está aqui

Évora ensina a "Habitar a Terra" em aula aberta na Universidade

João Pedro Matos Fernandes, Ministro do Ambiente, e Ana Pinho, Secretária de Estado da Habitação, participam hoje,4 de junho, numa aula aberta na Universidade de Évora, com o tema "Habitar a Terra", que assinala o Dia Mundial do Ambiente, celebrado a 5 de junho.
 
A aula vai decorrer na Biblioteca Jorge Araújo - Colégio dos Leões (Universidade de Évora) e é organizada pela Escola de Artes da Universidade de Évora, a partir das 15h00.

A arquitetura de terra acompanhou a humanidade desde os seus primórdios. Na atualidade, estima-se que um terço da população mundial habita ou trabalha em edifícios que integram tecnologias e materiais de terra crua. A consciencialização da importância da abordagem sustentável às diversas dimensões do desenvolvimento humano veio trazer outro olhar sobre técnicas e materiais que, sendo utilizados há milénios e parte do nosso património cultural e vernacular, são, cada vez mais, vias de construção do futuro.

Em Portugal, a arquitetura de terra crua sempre teve uma forte implantação, em particular no sul do país. Atualmente surgem exemplos de projetos e obras de arquitetura contemporânea que recorrem a estes materiais e tecnologias, a par com a investigação e criação de novos produtos. As suas mais valias para a sustentabilidade ambiental, do ponto de vista material, energético e redução de resíduos são claras.

Na semana em que se comemora o Dia Mundial do Ambiente, a Aula Aberta 'Habitar a Terra' foca-se num exemplo paradigmático das pontes que se podem estabelecer entre habitação e economia circular.

Imagem de capa de archdaily.com

 
 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.