8 Julho 2016      13:20

Está aqui

ESTRANHO POVO, ESTE QUE HABITA A LUSITÂNIA

"A FERRUGEM DO SISTEMA"

Estranho povo, este que habita a Lusitânia… ontem festejamos a bom festejar, o apuramento para a fase final do campeonato europeu de futebol (Euro2016), no entanto, hoje, no algoz das redes sociais, já tínhamos arranjado alguém para castigar por esse feito.

O visado era, se não outro, S.Exa. o Presidente da Republica, Professor Marcelo Rebelo de Sousa, que se tinha deslocado, para assistir ao jogo, no Falcon da Força Aérea Nacional, e cujo custo de tal deslocação era qualquer coisa como 14.000€.

Recordo-me de ver mais políticos na tribuna a assistir ao jogo, e certamente esses terão ido por outro meio, mas com o mesmo pagador… agora esses gozam sempre de uma aura de impunidades a fenómenos de comoção generalizada, ou mesmo à ausência de escrutínio jornalístico.

Tanto quanto julgo saber, alias dado comprovado por um Tenente aviador, é frequente existirem voos da aeronave, vazios, com custos semelhantes, e que mais não servem a prontidão (justificada) das tripulações.

Pessoalmente acho bem que o chefe de estado tenha estado presente, tenho pena que não esteja noutros eventos desportivos, igualmente importantes, embora sem igual cobertura dos media. Assim como acho (em perspetiva com o OE) que o custo de tal representação é relativamente baixo em função da imagem que se passa de Portugal. Será que as viagens dos membros do Governo a sítios de duvidoso interesse nacional ficam tão baratas?

A realidade é que existem motivos bem mais importantes para uma onda de indignação nas redes sociais, mas infelizmente este povo esta como adormecido para temas realmente importantes, rebelando-se nestas não noticias.

Onde esta a turba cybernetica quando se sabe que o desvio orçamental na CGD é de milhões de euros, onde esta a “justiça” para negócios ruinosos (que atravessam vários ciclos políticos) e que obrigam à recapitalização do banco publico.

Afinal, o que são 14.000€ quando comparados com 3.500.000€? Pelo menos foi esse o numero que vi o ministro Centeno a anunciar que encontrou em falta nas contas do banco publico, onde existiram como administradores, verdadeiros magos, que tanto gerem uma secretária de estado, como um banco publico, alias alguns não se contentando com o impacto na banca publica, foram repetir a formula na banca privada.

Sabemos hoje que Marcelo viajou no avião do estado, para ver uma seleção nacional apurar-se para a final de uma competição. Sabemos quanto custou isso aos contribuintes. Estranho é não saberemos verdadeiramente quanto nos tem custado ter governantes-banqueiros-consultores, que mais não tem feito que contribuir para um sistema financeiro débil, inviável e sem capacidade de apoiar a economia nacional.

Estranho povo, este que habita a Lusitânia.

Imagem daqui.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.