11 Outubro 2018      15:22

Está aqui

Entre hoje e domingo Grândola dedica 4 dias à música de intervenção e de protesto

O Município de Grândola, na Costa Alentejana, dedica entre hoje, 11 de outubro e o próximo domingo, quatro dias dedicados à música de intervenção e de protesto, num programa que inclui exposições, concertos de música e o lançamento de um CD-Livreto dedicado a Zeca Afonso.

Promovido pelo Observatório da Canção de Protesto (OCP) e pela Câmara Municipal de Grândola, a primeira edição do evento “Sem Muros Nem Ameias” presta uma homenagem “sentida e sincera” ao cantautor Zeca Afonso, enquanto “figura maior da cultura nacional”, segundo Alcides Bizarro, responsável pela cultura do município de Grândola.

O programa arranca hoje com exibição do ‘DVD’ referente ao espetáculo “José Afonso ao vivo no Coliseu” e prolonga-se até domingo, dia 14 de outubro, numa organização conjunta da Câmara Municipal de Grândola, a Associação José Afonso, o Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança e o Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e a Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense.

No dia 12, no Parque de Feiras e Exposições, há concerto com Allen Hallowen, cantautor com um estilo único no panorama musical português, em que o rap e o rock resultam num retrato dos confrontos entre o ser humano e a realidade nas mais variadas esferas. No dia seguinte, o Cineteatro Grandolense recebe o concerto Luso-Russo “A Música e a Revolução” com o barítono Alexandr Jerebtzov, o baixo João Miranda e o pianista Duncan Fox. O concerto, cantado em português e em russo, apresenta composições de Fernando Lopes-Graça, bem como temas das suas recolhas em parceria com Michel Giacometti, de Georgy Sviridov, compositor russo neo-romântico com atividade durante a era soviética, de Diubik, compositor, pianista e professor russo do século XIX e temas canções populares do rico folclórico russo. O quarto dia do encontro é dedicado às exposições de pintura de Fátima Madruga, “Pequeno é Bonito – O país de Zeca Afonso” e “Pequeno é Bonito — Exposição Andarilha”, que estarão patentes ao público, das 15h00 às 21h00, no Cineteatro Grandolense, bem como à apresentação do CD- Livreto «Grândola, vila morena – Para sempre, José Afonso» e aos momentos musicais associados.

 

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

 

 

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.