24 Janeiro 2020      15:21

Está aqui

Elvas prepara feira inovadora de Olivoturismo

Há uma ligação muita profunda entre o país e a produção de azeite. Semelhante à ligação que têm os países mediterrânicos e essa bela e milenar árvore que produz azeitonas, que, com sabedoria, o Alentejo transforma no melhor azeite, conhecido e procurado em todo o mundo. Muitos desabafarão que é demasiado caro. Mas é o melhor azeite e a qualidade tem um custo, seja frutado, ligeiramente espesso, com cor de ouro ou amarelo esverdeado, amargo, picante ou mais adocicado, suave ou intenso.

Se houver dúvidas e apesar de mais regiões do país produzirem azeite, ficamos esclarecidos quando sabemos que das seis Denominações de Origem Protegida, metade são do Alentejo (o azeite do Norte Alentejano, o azeite do Alentejo interior e o azeite de Moura). A cultura do azeite é tão rica que originou um "cluster" turístico com procura crescente, o Olivoturismo.

A pensar nesta nova fileira Elvas decidiu desenhar uma feira dedicada, que vai decorrer no Centro de Negócios Transfronteiriço, em Elvas, em novembro deste ano, numa colaboração entre a Câmara Municipal e o Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo. Voltaremos ao assunto quando soubermos mais.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.