27 Abril 2016      11:10

Está aqui

DESEMPREGO EM ÉVORA É MAIOR DO QUE DIZ O IEFP

A acusação foi feita pela União dos Sindicatos do Distrito de Évora (USDE), afecta à CGTP, pela voz de Valter Lóios, em declarações à agência Lusa, na apresentação ontem um estudo social sobre a região.

Segundo os dados apresentados são neste momento entre 18 000 e 20 000 os desempregados no Distrito de Évora, quase o dobro dos avançados nas listas do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), publicadas em Fevereiro (10 700 desempregados).

Segundo Valter Lóios o que o IEFP não contabiliza são os que desistiram de procurar emprego, os que emigraram e os que "foram eliminados dos ficheiros", o que significa quase o dobro dos números oficiais, e que são contabilizados como estando empregados todos aqueles que estão em contratos emprego inserção (CEI), em estágios e em formações.

O estudo apresentado aponta ainda para a destruição de 12 500 postos de trabalho em Évora, entre 2010 e 2014.

Imagem daqui.

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.