13 Junho 2019      10:17

Está aqui

CTT promete reabrir estações de correios encerradas no Alentejo

Ainda não se sabe que estações dos CTT vão reabrir das 33 que foram encerradas pela anterior administração dos correios mas uma coisa parece certa, nenhum concelho vai ficar sem Estação de CTT, a crer nas declarações de João Bento, novo presidente executivo dos CTT, dadas ontem no Parlamento.

Os CTT encerraram no ano passado 70 estações de correios, medida que afetou 33 concelhos no País, metade dos quais no Alentejo. Os dados foram fornecidos pela ANACOM.

Contas feitas os CTT – Correios de Portugal encerraram 70 estações de correios, embora os CCT defenda que mantém lojas ou postos em todos os concelhos do País.

A Anacom recomendou em 2018  aos CTT, que suspendessem os encerramentos de estações, ou quando tal fosse inevitável, que passasse a encontrar um entendimento prévio com as autoridades locais.

Gavião, Almodôvar, Vidigueira, Barrancos, Alvito, Cuba, Marvão, Fronteira, Viana do Alentejo, Aljustrel, Mora, Avis, Portel, Arraiolos, Sousel, Redondo e Ourique, perderam os seus estações dos CTT em 2018.

"Vamos iniciar o processo de reabertura de lojas em concelhos que ficaram sem estações. Os dois primeiros casos serão divulgados nas próximas semanas", anunciou o gestor. As decisões do novo líder dos CTT servem como resposta ao "recado" deixado pelo ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, no final de abril, que garantiu então que na próxima renegociação de concessão dos serviços postais, será imposta a abertura de uma estação de correios em cada um dos concelhos do território nacional, por se tratar de serviço público, que até ao momento tem sido "prejudicial ao povo português”.

 

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

 

 

 

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.