9 Dezembro 2018      08:32

Está aqui

Crianças alentejanas aprendem a fazer Bonecos de Estremoz

Fez na passada sexta um ano desde que a “Produção de Figurado em Barro de Estremoz” foi considerada Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

Uma das medidas encontradas para salvaguardar a tradição desta arte - com cerca de 300 anos - foi a ensinar esta arte nas escolas do concelho de Estremoz, como atividade extracurricular. A iniciativa é de tal modo levada a sério que estas peças, produzidas pelos alunos, tiveram – e terão - direito a etiquetas de certificação, tendo as primeiras peças sido certificadas em jeito de celebração do primeiro ano como Património Mundial.

Desde esta classificação pela UNESCO, a venda deste figurado aumentou exponencialmente, bem como as exposições sobre este tema que aguarda ainda o nascimento Centro Interpretativo do Boneco de Estremoz, no Palácio dos Marqueses da Praia e Monforte, integrado no plano de valorização e salvaguarda, e um monumento de homenagem junto às Portas de Santa Catarina, em Estremoz, previstos para 2019.

Mais uma iniciativa a celebrar a nomeação e a época festiva atual, é exposição de presépios com bonecos de Estremoz que tem lugar na Galeria Municipal D. Dinis, em Estremoz.

Esta 12.ª edição da Exposição de Presépios de Artesãos da região é constituída por mais de 30 presépios, produzidos em diversos materiais como cerâmica, tecido, pedra, madeira, cortiça, vidro e metal, por mais de duas dezenas de artistas e artesãos, numa organização da autarquia local, em parceria com o Museu Municipal Prof. Joaquim Vermelho.

 

Imagem de quickcachr.fotos.sapo.pt

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.