17 Setembro 2017      10:47

Está aqui

COMUNIDADES SUSTENTÁVEIS E ARQUITETURA – UMA INVASÃO DE CINEMA EM ÉVORA

Évora será a tela de projeção de várias iniciativas que visam a promoção vários temas através do cinema.

De 21 a 23 de setembro, decorrerá o Festival de Cinema Heritales que celebra os Patrimónios Cultural da Humanidade, este ano sob a temática das “Comunidades Sustentáveis”.

Esta é a 2ª edição deste festival que através de cinema de autor quer expor - em espaços emblemáticos da cidade e acesso gratuito, embora limitado à capacidade dos locais - temas do quotidiano: os ofícios, os saberes e a arte de pessoas comuns que, um pouco por todo o mundo, tentam viver em equilíbrio de modo sustentável.

Terão ainda lugar conferências, exposições e debates com a presença dos realizadores.

A organização pertence ao CIDEHUS - Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades da Universidade de Évora, Fundação para a Ciência e Tecnologia Portuguesa e da UNESCO e conta com o apoio da Câmara Municipal de Évora, da Direção Regional de Cultura do Alentejo, da Fundação Eugénio de Almeida e de diversas outras associações culturais da cidade.

 

Arquitetura no Cinema

A 29 de setembro será exibido o documentário Megacities (1998), de Michael Glawogger, uma iniciativa de “Cinema-fora-dos Leões/UÉ” e que é uma sessão complementar ao Festival de Cinema "Arquitecturas Film Festival" - circuito itinerante da 4ª edição do Arquiteturas Film Festival 2016 - REHAB NATION - a ter lugar a 2 e 3 de outubro.

Este é um filme que reflete a dureza e complexidade da vida nas margens de quatro grandes cidades: Bombaim, Nova Iorque, Cidade do México e Moscovo.

É considerado um documento de antropologia urbana e provoca sobre a dignidade humana e direito à habitação, com rasgos de beleza humana.

Ao longo do “Arquiteturas Film Festival” – e que coincide com a data de celebração do Dia Mundial da Arquitectura em 2017 - 2 de outubro – serão exibidos os filmes premiados do Arquiteturas Film Festival 2016 nas seguintes categorias: Melhor Filme Internacional, Melhor Filme Português, Melhor Filme Experimental, Prémio Novos Talentos e Prémio do Público.

Este Circuito Itinerante do Arquiteturas Film Festival foi criado pela Union International des Architects (UIA) em 2005 e esta edição foca a reabilitação dos velhos centros históricos, a gentrificação dos bairros turísticos, a falta de investimento na habitação social, a construção de novos sentidos de comunidade, a privatização do espaço público e a emergência de novas formas de intervenção urbana, provocando o pensamento sobre a forma como vivemos os nossos espaços e as nossas cidades.

É uma organização da Direção Regional de Cultura do Alentejo e pelo Cinema-fora-dos-Leões e a associação Do You Mean Arquitecture, e em parceria com a Colecção B - associação cultural, a Zarcos, Associação de Músicos de Beja, a Kamal Aljafari Films, a Paul Thiltges Distributions, e a Universidade de Évora.

 

Imagem de rogercarvalho.files.wordpress.com

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.