22 Abril 2017      00:44

Está aqui

COMISSÃO EUROPEIA DISTINGUE FESTIVAL NO ALENTEJO

O Festival “Terras sem Sombra” foi distinguido pela Comissão Europeia com o selo EFFE - Europe Festivals – Festivals de l’Europe para os melhores festivais em 2017-2018.

A distinção feita pela EFA - European Festivals Association distingue os festivais que se destacam na União Europeia pela excelência da programação, pelo carácter inovador e pela criação de novos públicos.

“Uma criação única, que forjou laços pouco usuais entre uma instituição religiosa e um sólido programa artístico”, foi assim como o júri internacional constituído pelos responsáveis da cúpula dos festivais europeus (Tamar Brüggeman (Holanda), Peter Florence (Reino Unido), Haris Pašović (Bósnia e Herzegovina), Pavel Potoroczyn (Polónia), Renato Quaglia (Itália), Irene Rossi (Bélgica) e Fruzsina Szép (Hungria), e com a presença de Keng Sen Ong, director do Festival Internacional de Arte de Singapura) caracterizou o festival alentejano, salientando que “desenvolve um particular conjunto de ações para a promoção do património artístico e do património natural”, a cooperação com Espanha e o envolvimento comunitário.

Este festival é uma iniciativa do Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja e pela Associação Pedra Angular e teve a primeira edição em 2003. O seu diretor é José António Falcão, historiador de arte e a orientação artística está a cargo de Juan Ángel Vela del Campo, crítico musical e professor da Universidad Carlos III, de Madrid.

A edição 2017 do Festival, a 13ª tem-se realizado em itinerância pelos concelhos de Almodôvar, Sines, Santiago do Cacém, Ferreira do Alentejo, Odemira, Serpa, Castro Verde e Beja.

 

Imagem de festivalterrassemsombra.org

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.