11 Fevereiro 2020      16:31

Está aqui

Centros históricos afinal não perdem isenção de IMI

O site da Assembleia da República chegou a dar como aprovada a proposta do Governo inscrita no Orçamento do Estado que fazia os Centros Históricos perder a isenção do IMI mas uma coligação negativa chumbou a medida.

Assim e de acordo com o Jornal de Negócios os prédios inseridos em centros históricos, paisagens culturais e conjuntos classificados como monumentos nacionais, bem como os imóveis individualmente considerados como de interesse público ou de interesse municipal vão, afinal, manter a atual isenção de IMI, depois de o Parlamento ter chumbado uma medida do Governo, incluída na proposta inicial de Orçamento do Estado (OE), no sentido de revogar essa isenção.

 

Imagem de capa de José Manuel Rodrigues

 

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.