16 Janeiro 2020      13:50

Está aqui

Castro Verde vai investir 2,7 milhões em requalificação de escola com amianto

António José Brito, presidente da Câmara de Castro Verde

O projeto de requalificação da escola de Castro Verde prevê um investimento de 2,78 milhões de euros, e duas fases de intervenção, segundo o presidente daquela autarquia alentejana António José Brito. A escola data de 1986 e tem neste momento "graves problemas" resultantes de infiltrações de água e problemas térmicos, assim como coberturas em amianto.

Ao abrigo do acordo entre a autarquia e o ministério, coube ao município elaborar os projetos de arquitetura e especialidades e assumir a posição de dono da empreitada e lançar o concurso público e adjudicar, consignar, fiscalizar e coordenar as obras e já apresentou uma candidatura da obra a fundos comunitários, que financiam este tipo de intervenção em 85%.

A primeira fase das obras vai decorrer no bloco de salas de aula e a segunda fase no edifício polivalente, na cantina e nos serviços administrativos da escola.

 

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.