6 Setembro 2019      13:22

Está aqui

Boas notícias para Ponte de Sor: Drones vão dominar mercado aeronáutico

Drones e aviões não-tripulados vão representar 10% do mercado aeronáutico em 2050.

A Indústria aeroespacial e de aviação está num momento de evolução "decisiva" devido à introdução da tecnologia de voo autónomo e ao surgimento dos drones, gerando mais de 150 mil empregos até 2050. Os drones e os aviões não tripulados representarão 10% do mercado aeronáutico em 2050, segundo estimativas do programa SESAR, um projeto para a criação do Céu Único Europeu, analisadas num relatório divulgado ontem, quinta-feira. Este mercado também vai gerar 15 mil milhões de euros por ano e 150 mil empregos, segundo o documento.

A Tekever, marca especialista em produção de drones instalada em Ponte de Sor, no Alto Alentejo, inaugurada em 2017, deslocou para o Alentejo o desenvolvimento do software dos seus equipamentos para a nova fábrica instalada no aeródromo municipal, passando a reunir ali todas as fases de desenvolvimento destes aviões não tripulados.

A Tekever conta hoje com cerca de 60 trabalhadores, já venceu dois concursos internacionais lançados pela agência europeia de segurança marítima (EMSA) para desenhar os drones que estão a vigiar os mares e as florestas europeias, com 6 metros de comprimento de asa, e com elevada autonomia e integra o programa de iniciativa portuguesa na Agência Espacial Europeia (ESA) que prevê a construção de um foguetão para lançar satélites para o Espaço, a partir da futura base espacial na ilha se Santa Maria, nos Açores.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.