18 Janeiro 2019      17:34

Está aqui

ALSTONES – Uma oportunidade para o Alentejo

Decorreu, na passada quarta-feira, a apresentação pública do Projeto ALSTONES. Este evento, que irá realizar-se em Vila Viçosa, no próximo mês de julho, e que agrega sete concelhos do Alentejo Central (Vila Viçosa, Borba, Estremoz, Alandroal, Sousel, Reguengos de Monsaraz e Redondo), tem como objetivo primordial a promoção da pedra enquanto fator determinante do ponto de vista patrimonial, cultural, social económico.

A programação ambiciosa que está a ser coordenada pelo Município de Vila Viçosa, irá seguramente promover a divulgação da região, potenciando o sector das pedras naturais enquanto eixo de desenvolvimento, em conjugação com a gastronomia, os vinhos, a hotelaria e o património.

Está em curso a definição de um programa atrativo para as diferentes empresas da região, demonstrando as vantagens em termos da participação, com destaque para as possibilidades de negócio e de escoamento de produtos no mercado.

No entanto, para que esta iniciativa possa ter sucesso, é fundamental o empenho de todos, nomeadamente através de uma participação ativa na definição dos conteúdos e das temáticas a abordar, nas diversas vertentes que estão previstas. Esse sentido crítico e construtivo é fundamental, em termos da estratégia que está a ser concebida. A comunidade empresarial deve estar envolvida com a iniciativa, mas será necessário que esta tenha a capacidade de apresentar resultados concretos em termos da divulgação das suas atividades, dos serviços e dos produtos.

Na minha opinião pessoal, considero que nos meses que antecedem o ALSTONES é vital que possam ser promovidas sessões de esclarecimento e de informação a grupos empresariais do sector da construção, arquitetos, universidades, especialistas em decoração de interiores e escultores, procurando demonstrar a importância deste certame para a região e as diferentes ofertas disponíveis em termos de mercado. Este fator exige esforço, investimento e dedicação, mas pode ter um retorno considerável, em termos de resultados práticos.

Para que todos os objetivos possam ser alcançados, é fundamental a participação ativa dos empresários, autarquias e entidades públicas da região, pugnando por um objetivo comum. É necessário que esta aliança funcione e seja efetiva, assente numa forte campanha de divulgação.

Num passado não muito distante, esta região era procurada por muitos empresários de diferentes sectores, que desejavam obter produtos de qualidade e singularidade.

O paradigma alterou-se bastante com a globalização e o surgimento de novos mercados. É imprescindível que os agentes económicos do Alentejo possam sair da sua “zona de conforto” e estabeleçam metas em termos da captação de novos clientes, com uma forte componente internacional. Este pode ser um evento propício para a divulgação da oferta existente e para o estabelecimento de uma rede de contactos ao nível empresarial, que só trará benefícios.

Certamente que o ALSTONES com rigor, qualidade e profissionalismo e através de uma estratégia partilhada de forma conjunta, irá promover a apresentação de novas ideias, dando conta de que o sector empresarial da região está atento ao desenvolvimento das novas tecnologias e da inovação.

Considero que o evento é fundamental para dar uma nova dinâmica a este contexto, promovendo e divulgando as suas potencialidades a vários níveis.

 

Imagem de cm-estremoz.pt

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

 

 

 

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.