24 Julho 2016      13:08

Está aqui

ALENTEJO: TODA A GENTE QUER FAZER VINHO

Todos os anos os agricultores que pretendem ser viticultores devem submeter-se à aprovação do Instituto da Vinha e do Vinho.

Este ano, a vontade de produzir uvas no Alentejo excedeu a oferta – em área - que o Instituto da Vinha e do Vinho disponibilizava, para a região, em oito vezes; para os 100 hectares disponíveis para nova vinha, foram recebidas intenções de plantação superiores a 800 hectares

No total nacional estavam a concurso 2.100 hectares de nova vinha e, de modo geral, a procura foi sempre superior à oferta, de acordo com as declarações do presidente do Instituto da Vinha e do Vinho, Frederico Falcão, a Lusa.

Tal como o Alentejo, também a Madeira e o Douro viram toda a área disponível ser “adjudicada” e tiveram mais procura que oferta.

Estas novas plantações de vinha já não terão acesso aos fundos comunitários do programa Vitis, facto que pode ter levado a que a procura nas restantes regiões não fossem completamente preenchidas.

Segundo o presidente do Instituto da Vinha e do Vinho, a área média de parcela pedida rondou os dois hectares.

 

Imagem daqui

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.