31 Julho 2020      10:35

Está aqui

Alentejo contraria queda na produção de vinho em Portugal

Prevê-se uma queda de 3% na produção de vinho em Portugal, relativamente à campanha anterior, de acordo com o Instituto da Vinha e do Vinho (IVV). No entanto, a região do Alentejo contraria a tendência.

Segundo as previsões do IVV, a produção de vinho deverá diminuir em Portugal em cerca de 3% relativamente à campanha passada, para um volume na ordem dos 6,3 milhões de hectolitros, que corresponde a uma quebra de 2% face à média das cinco últimas campanhas.

As regiões do Douro, das Terras do Dão, de Trás-os-Montes e das Terras de Cister poderão vir a ser as mais afetadas, com registos de quebras na ordem dos 20% e 35%.

Já a região do Alentejo apresentará uma subida em 5% em volume relativamente à última campanha, assim como as regiões do Minho, com uma subida de 9%, e de Lisboa, também com um aumento de 5%. Estas três regiões representam um aumento previsível superior a 45 mil hectolitros.

O instituto sublinha que, “apesar da instabilidade meteorológica observada ao longo do ciclo vegetativo da cultura, e de se terem registado focos de míldio, no geral as uvas apresentam um bom estado fitossanitário”. O IVV realça ainda que as condições climáticas que se verificarem até à vindima são “determinantes na quantidade e qualidade da colheita”.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.