5 Novembro 2015      11:19

Está aqui

O MAIS SUBLIME DOS COROS EM BEJA

O Coro de Canto Gregoriano de España actua em Beja, na Igreja de Santa Maria da Feira, no próximo dia 7 de Novembro num concerto que anteprima o próximo Festival Terras Sem Sombra, na sua 12.ª edição (2016).

Fundado em 1994, na sequência das tournées dos monges do mosteiro beneditino de Silos que contribuíram para a divulgação, à escala global, do canto gregoriano, que hoje é um dos patrimónios musicais mais apreciados em todo o mundo –, este ensemble tem vindo a distinguir-se, nos palcos internacionais, pela excelência dos resultados artísticos, inspirados no estudo das fontes orais e escritas antigas. Foi protagonista do programa televisivo Songs of Spirit, emitido pela cadeia pública PBS nos Estados Unidos, sendo nomeado para o EMMY.

Considerado pela crítica como o mais clássico dos agrupamentos de canto gregoriano da Península, o CCG junta à sua longa história a presença de Ismael Fernández de la Cuesta. Figura de referência do panorama musical, foi catedrático no Real Conservatório de Madrid e desempenha actualmente o cargo de vice-director da Real Academia de Bellas Artes de San Fernando.

O programa que vai ser interpretado em Beja reconstitui a estrutura de uma missa na Idade Média, tal como era cantada, a partir do século XIII, em igrejas dispostas ao longo do Caminho de Santiago. Efectivamente, as peças escolhidas pertencem à Missa de Santa Maria, segundo o repertório tradicional do canto gregoriano, maioritariamente ornamentado por tropos e descantos, como se tornou característico da vida litúrgica dos mosteiros e conventos mais emblemáticos da Península Ibérica. Nelas se reflecte o culto mariano que São Bernardo, mentor da reforma cisterciense, promoveu, como sublimação do amor cortês, cantado pelos trovadores. Era usual que os peregrinos que se dirigiam a Compostela, vindos de todos os caminhos da Península para honrar o Apóstolo Santiago, participassem devotamente nesta Missa.

A igreja de Santa Maria da Feira, matriz de Beja, recebe, no dia 7, às 21h30, o concerto anteprima do próximo Festival Terras sem Sombra, que leva a cabo a sua 12.ª edição em 2016. Este espectáculo culmina as Jornadas sobre “Novas Perspectivas do Caminho de Santiago em Portugal e Espanha”, uma iniciativa que coloca o Baixo Alentejo, pela primeira vez, no roteiro da Mostra Espanha 2015. O tema é, de resto, muito apropriado, como explicita o título escolhido: Pelo Caminho de Santiago – De Beja a Compostela. A proposta cultural resulta da colaboração entre a Secretaria de Estado da Cultura de Espanha e o Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja, com o apoio do Município de Beja.

É a primeira vez que o Festival Terras sem Sombra apresenta um concerto anteprima, numa antecipação do que vai ser a sua linha programática para 2016. Ao leme, como director artístico, permanece Juan Ángel Vela del Campo, crítico musical da Cadena SER, de Madrid, e professor do Conservatório de Nápoles.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.