19 Outubro 2015      12:14

Está aqui

CASA FLUTUANTE TESTADA NO ALQUEVA

O maior lago artificial da Europa, o Alqueva, vai ser o local onde uma inovadora casa flutuante será testada.

Com o objetivo de servir para alojamento turístico, esta casa é autónoma e autossustentável e que lhe permite viver bem no meio de um ambiente natural.

Esta casa pode ser alugada na Amieira Marina (Portel) e os turistas assim usufruir, no meio do Alqueva, do conforto próprio de uma casa cujo interior conta com uma sala, com sofá-cama – e onde, a pensar nos invernos rigorosos alentejanos, nem a salamandra falta - cozinha com eletrodomésticos, quarto de casal e casa de banho. Cá fora contará com um terraço onde poderá apreciar e disfrutar a paisagem de um ponto de vista certamente pouco usual.

Esta casa flutuante faz parte do projeto Floatwing - um consórcio nacional que envolve privados, a Universidade de Coimbra e a Friday, uma “spin-off” daquela academia.

Para já, o Alqueva vai receber o protótipo que é inovador, segundo os seus promotores e que está em teste no Alentejo. O administrador Amieira Marina, Eduardo Lucas, disse à Lusa que “Têm que se descobrir as pequenas coisas a melhorar” e é “o próprio utente, quem vai usufruir dessa casa, que o vai dizer por experiência própria”.

O alojamento obriga a um mínimo de dois dias e, por agora, o preço a pagar será de cerca de 150€ por noite.

Esta casa flutuante é feita a partir de módulos pré-fabricados e a sua dimensão pode ser variável - dos 16 aos 20 metros de comprimento, por seis de largura – começando num T1 e podendo depois aumentar.

O protótipo tem 100 metros quadrados e pode ser usada com total conforto, quer no inverno, quer no verão. Conta com painéis solares térmicos e painéis solares fotovoltaicos e assegura a sua energia e sustentabilidade seja qual for a época do ano.

A casa pode deslocar-se a uma velocidade máxima de cinco quilómetros/hora e caso o aluguer seja de períodos mais largos, a Amieira Marina poderá desloca-la para o ponto que o cliente desejar.

 

A Amieira Marina pensa já no passo seguinte: um restaurante flutuante no Alqueva e já candidatou o projeto a fundos comunitários.

 

Imagem daqui

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.