Está aqui

Artigos publicados

PSD: 45 PROPOSTAS PARA LEVAR A SÉRIO

Depois de no ano passado o Partido Social Democrata ter tomado a posição de não apresentar nenhuma proposta alternativa para o Orçamento de Estado de 2016, caiu o carmo e a trindade por isso e não pelo conhecido golpe palaciano de António Costa. Até ao momento da apresentação do Orçamento de Estado para 2017, os jornalistas do costume e os críticos internos, apressadamente contestavam a falta de propostas políticas por parte do PSD.

GOD BLESS AMERICA

O Mundo parou com as Presidenciais 2016. O Mundo indignou-se com a surpreendente eleição de Donald Trump. O voto popular prevaleceu sobre qualquer sondagem ou especialista que apareceu nos EUA, fazendo recordar o referendo sobre o Brexit.

A (DES)ORDEM INTERNACIONAL

Com as eleições nos EUA quase aí, os holofotes prendem-se em todas as ações de campanha e comentários que Hillary Clinton e Donald Trump tecem. Não desfazendo a importância que estas eleições terão no futuro das relações internacionais, Putin aproveita para reforçar o seu apoio a Bashar-al-Assad, através do aumento do seu poder bélico na reconquista da Síria.

E QUE TAL UM OE A PENSAR NO NOSSO FUTURO?

Sexta-Feira será conhecido finalmente o Orçamento de Estado (OE) para 2017 para ser debatido e votado na generalidade e posteriormente na especialidade.

Estando no último trimestre de 2016, considero importante fazermos uma breve reflexão do que tem sido esta Governação apoiada pelo PCP, BE e PS, antes de se passar à discussão do próximo OE:

-Em Agosto de 2015 a dívida pública Portuguesa era de 229€ mil milhões, em Agosto de 2016 já ia em 243€ mil milhões. Só desde as eleições a dívida em vez de descer, teve o preocupante aumento de 5%. Atingindo máximos históricos;

A FEBRE DAS AUTÁRQUICAS COMEÇA AGORA

Estamos praticamente a 1 ano das eleições locais.

O FIM DA SILLY SEASON

O fim da silly season da política Portuguesa termina com alguns destaques. Ora temos um Primeiro-Ministro a usar termos de baixo nível como a “caça aos pokémons”. Como vemos Durão Barroso espantado por ter sido considerado como um lobista e ser possível, perder algum tratamento especial enquanto antigo presidente da Comissão Europeia.

DA FICÇÃO À REALIDADE

Como na ficção, o enredo não pode terminar rápido. A novela “Dilma” dura desde o final de 2015, terminando ontem com a sua destituição do cargo de Presidente do Brasil. Mas a novela “Dilma” poderá estar longe de terminar, no momento em que uma segunda votação lhe dá a possibilidade de voltar a concorrer a cargos públicos nos próximos 8 anos.

SEREMOS TODOS VELHOS DO RESTELO?

Tenhamos ou não algum apreço sobre as agências de rating como a DBRS, ou a Standard&Poors, Fitch e Moody’s, é a agência canadiana DBRS, a única agência de rating reconhecida pelo Banco Central Europeu (BCE), que não nos coloca com a avaliação de “LIXO”.

E o que é que isso interessa na nossa economia? TUDO.

A BACOQUICE DO NOVO IMI

Inicialmente pensei abordar a promiscuidade de interesses que é o Sec. de Estado dos Assuntos Fiscais ir a convite da GALP ao Euro 2016, quando existem conflitos judiciais que envolvem mais de 200€ milhões entre o Estado e a Galp.  Tal é a falta de ética existente, que não adianta estar a tecer mais comentários sobre este mesmo assunto. Simplesmente lamentável e de evitar por completo. A credibilidade de Políticos sérios vê-se, também, neste tipo de atitudes.

Páginas