Está aqui

Surf

SURFISTAS CONTESTAM AMPLIAÇÃO DO MOLHE LESTE DO PORTO DE SINES

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, autorizou na última quarta-feira a Administração dos Portos de Sines e do Algarve a lançar o processo de concurso da empreitada de execução da terceira fase de ampliação do molhe Leste do Porto de Sines, num investimento de 88 milhões de euros.

Esta intervenção visa melhorar as condições de acesso e manobras a navios de maiores dimensões, bem como aumentar a capacidade de abrigo à agitação marítima.

“SACA” PIRES LEILOA PRANCHA PARA AJUDAR PEDROGÃO

O conhecido surfista português Tiago “Saca” Pires também quer ajudar as vítimas do incêndio de Pedrogão Grande e está a leiloar uma prancha de surf e uma licra sua, autografadas.

“Saca” – como é conhecido no meio – foi o primeiro surfista português a ser qualificado para o ASP World Tour (Campeonato Mundial de Surf) e foi, durante sete anos consecutivos um dos melhores surfistas mundiais.

COSTA ALENTEJANA RECEBEU SURFISTAS ESPECIAIS

Foram perto de vinte as pessoas com deficiência que tiveram a oportunidade de experimentar fazer surf na praia alentejana de São Torpes, uma das melhores praias do país para a prática de o surf adaptado.

Com o auxílio de 30 voluntários, vinte pessoas puderam disfrutar do mar e dos benefícios do surf adaptado, numa iniciativa da Associação Portuguesa de Surf Adaptado.

SINESCAT REEDITA MAIOR PROVA DE CATAMARAN

A maior prova de Catamaran em Portugal, o SINESCAT, está de regresso às águas da baía de Sines, na praia Vasco da Gama, nos dias 13 e 14 de Junho
 
​A prova é composta por raids entre Sines e São Torpes, com início às 12h00, e sailing arenas na baía da praia Vasco da Gama, pelas 15h00.
 
Para além da prova, o SINESCAT promove batismos de vela, kayak, mergulho, surf e paddle surf, gratuitamente, aos interessados.

André Teixeira e o Surf Made in Alentejo

Chama-se André Teixeira, tem 36 anos e cresceu a olhar para o mar.

Aos 10 anos teve a primeira prancha de surf que “não era a sério”. Cresceu no surf numa altura que o surf praticamente não tinha importância desportiva, comercial e empresarial no país. Mas a mudança aconteceu e ele participou ativamente nela. De corpo e alma.