Está aqui

PSD

COSTA DA SILVA QUER FORTALEZA DE JUROMENHA NA LISTA REVIVE

António Costa da Silva, deputado do PSD eleito por Évora, é um dos subscritores do projeto de resolução que defende a inclusão da Fortaleza de Juromenha no Programa Revive, para concessão a investidores privados e, por essa via, serem recuperados.

Costa da Silva insurgiu-se em janeiro deste ano quando deu conta que a Fortaleza de Juromenha "havia desaparecido" da lista Revive, onde se encontrava inicialmente.

MARQUES MENDES EM PORTALEGRE

O comentador televisivo e ex-presidente do PSD, Luís Marques Mendes, vai estar em Portalegre no próximo dia 21 de julho, para a apresentação dos candidatos autárquicos dos sociais democratas àquela Capital de Distrito.

A iniciativa decorre no Jardim do Tarro em Portalegre na próxima sexta-feira e apresenta Armando Varela como cabeça de lista à câmara da capital do Alto Alentejo.

Imagem de capa de maisguimaraes.pt

POUCA VERGONHA

A oposição de direita e o seu líder mudaram de estratégia.

Percebendo que no debate parlamentar a comparação entre o presente e os tempos da sua governação deixa evidente que havia alternativa à austeridade e ao caminho de empobrecimento por ele escolhido, o líder da oposição, aproveitando os jantares de apresentação de candidaturas autárquicas, vai lançando os seus ataques à governação.

OPOSIÇÃO PRECISA-SE

Passos Coelho veio esta semana afirmar que o País não pode andar à boleia do Turismo. Declarações que, de um antigo Primeiro-Ministro que aprovou o programa dos Golden Visa, um dos motivos que mais tem contribuído para a entrada de turistas no nosso País são, no mínimo incongruentes.

Mais uma vez, Passos Coelho apresenta fortes sinais de descoordenação política criticando tudo o que de positivo o Governo tem feito ou, quando a critica se demonstra sem sentido, afirmando que o resultado positivo apenas surgiu fruto ao trabalho do seu Governo.

PASSOS COELHO HOJE EM BORBA

Hoje, quarta-feira, 14 de junho, pelas 18h00, Pedro Passos Coelho estará presente na apresentação dos candidatos autárquicos do PSD ao distrito de Évora em frente à Câmara Municipal de Borba.

CUMPRIMOS O DÉFICE. E PORTUGAL?

Só quem coloca a ideologia à frente do País é que não ficaria satisfeito com os resultados do défice de 2016 apresentados pelo Governo.

É curioso assistir aos que hoje fazem tanta questão em afirmar que os 2,1% de défice se deve exclusivamente a António Costa, foram os mesmos que ainda hoje contestam a governação de Pedro Passos Coelho, que recebeu um défice de 11,2% de Sócrates e entregou o País ao actual governo com um défice de 3% (sem contar com o BANIF).

PEDRO PASSOS COELHO AMANHÃ EM ÉVORA

Amanhã, dia 17 de maio, os sociais-democratas de Évora recebem o líder do partido, Pedro Passos Coelho,  que vem à capital do distrito apoiar a candidatura de António Costa da Silva à Câmara Municipal de Évora.

O encontro decorre na Praça do Sertório, pelas 18h45.

PROFETAS DA DESGRAÇA

Estranha forma de fazer política.

Enquanto todos os estudos revelam um claro aumento da confiança no Governo, Passos Coelho e os seus seguidores no PSD mantêm o discurso da hecatombe. Com enorme esforço e duvidosa imaginação vão-se dedicando a profetizar toda a espécie de catástrofes.

Felizmente para os portugueses, não há meio de acertarem uma.

A vida não está fácil para os profetas da desgraça.

É PRECISO DESCARAMENTO

É preciso descaramento ou a arte de atirar areia para os olhos.

Na passada sexta-feira foram votadas na Assembleia da República propostas de resolução apresentadas pelo PSD sobre os circuitos hidráulicos de Reguengos de Monsaraz e de Viana do Alentejo.

São propostas feridas de grande oportunismo político.

Recomendam ao Governo que adote medidas que permitam a criação dos referidos circuitos hidráulicos.

ESCOLA ANDRÉ DE GOUVEIA EM ÉVORA NECESSITA DE INTERVENÇÃO URGENTE

O deputado António Costa da Silva, eleito pelo PSD por Évora fez um apelo ao Ministro da Educação para a necessidade de uma "intervenção urgente e estruturante" na Escola Secundária André de Gouveia, construída em 1978 e a "necessitar de obras urgentes".

Costa da Silva traço um quadro negro das condições naquela escola, com "infiltrações da chuva, de canalizações em rutura, de curtos circuitos por problemas elétricos, com os estragos sucessivos em servidores e computadores e perda importante de documentação".

Páginas