Está aqui

Lisboa

TRABALHAR PARA CONSEGUIR ARRENDAR

Esteve esta semana em discussão a revisão do regime do alojamento local. Fala-se na necessidade de ouvir os outros condóminos, de dar mais espaço aos proprietários de habitações em zonas históricas, entre outras alterações.

Não menosprezando a importância da discussão deste tema, creio que, no que ao arrendamento habitacional diz respeito, a urgência é maior, face às dificuldades que os inquilinos atravessam e os futuros inquilinos se preparam para atravessar.

MOURA MOSTRA-SE NA CASA DO ALENTEJO EM LISBOA

O município de Moura, Baixo Alentejo, vai estar entre o dia 9 e o dia 12 de março, na Casa do Alentejo, em Lisboa, para uma Câmara Aberta dedicada aos mourenses a viver e a trabalhar na capital.

Em comunicado o município declara que procura com esta iniciativa "debater os problemas de quem vive longe e conhecer a visão de quem está fora sobre o seu concelho", particularmente dos que "migraram e por lá (Lisboa) ficaram, e os jovens que lá estudam".

FAZ HOJE 49 ANOS QUE A CHUVA MATOU MAIS DE 500 PESSOAS NO PAÍS

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) lembra hoje que foi na noite de 25 e madrugada de 26 de novembro de 1967, há 49 anos, que uma grande tempestade abateu-se sobre o país, matando mais de 500 pessoas e desalojando quase 900, destruindo pontes, estradas e muitos edifícios, sobretudo na região de Lisboa.

COCHE DO REGICÍDIO VOLTA PARA VILA VIÇOSA SOB CONTESTAÇÃO

Em abril de 2015, foi assinado um protocolo entre a Fundação Casa de Bragança e a Secretaria de Estado da Cultura, que entre outros pontos, prevê que o trágico landau do Regicídio de D. Carlos, passa a andar em itinerância anual entre o Museu Nacional dos Coches, em Belém, e o Palácio de Vila Viçosa, no Alentejo. Ficando um ano em Lisboa, outro no Alentejo.

ESTREMADURA QUER LIGAÇÃO DIRETA A LISBOA

O presidente do Governo Regional da Estremadura (Espanha), Guillermo Fernández Vara, que faz fronteira com o Alentejo, defendeu a necessidade de uma ligação ferroviária direta entre a região espanhola e Lisboa para mercadorias e passageiros, considerando ser "um negócio rentável". Sobretudo, devido à intensidade das relações transfronteiriças entre a Estremadura e Portugal, nomeadamente o Alentejo.

ALTA-VELOCIDADE MADRID-LISBOA APROVADA

Um comunicado de imprensa da representação espanhola na Comissão Europeia, do passado dia 7 de abril, dá conta da aprovação do projeto de desenvolvimento da linha de alta-velocidade Madrid-Lisboa – via Extremadura espanhola - num investimento de 321,1 milhões de euros, 205,1 milhões diretamente do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).
 

A credibilidade do Dr. António Costa

António Costa renunciou ontem, dia das mentiras, ao mandato na Câmara Municipal de Lisboa.

Se bem nos recordamos, faz em Maio um ano que António Costa se disponibilizou, oficialmente, para liderar o Partido Socialista e ser candidato a Primeiro-Ministro de Portugal com a justificação de que o resultado eleitoral das Europeias, em que o PS venceu com maioria simples, não era aquele que alguns dirigentes e muitos militantes do PS ambicionavam – a maioria absoluta.

António José Seguro foi apanhado de surpresa. Não só porque o avanço de Costa surgiu logo após duas vitórias consecutivas (Autárquicas e Europeias), mas também porque foi através da liderança de Seguro que o Partido Socialista voltou a estabilizar depois da pesada derrota de José Sócrates nas Legislativas 2011, em que António Costa era o seu braço direito partidário.

Qual a resposta de Seguro? Dar início à reforma do Sistema Político-Partidário do País, ao avançar com as primeiras eleições Primárias em Portugal. Seguro sai do PS com uma derrota pesadíssima, mas vai ficar marcado na história da política portuguesa como o Político que aproximou os partidos políticos da sociedade civil. Algo que era necessário e urge debater uma reforma ainda mais significativa.

Taxas e taxinhas

Não considero aceitável a medida que a Câmara Municipal de Lisboa pretende desenvolver em relação à aplicação de taxas na capital do país.