Está aqui

Lince Ibérico

NOVO LINCE LIBERTADO EM MÉRTOLA

A Herdade das Romeiras, em Mértola, recebeu um novo lince-ibérico, vindo de Espanha para repovoar o Alentejo. Trata-se de uma fêmea que foi libertada no início desta semana e chama-se Nara.

Segundo o  Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), o núcleo populacional de linces nesta região já está consolidado, contando com oito fêmeas reprodutoras e nascimentos no meio pelo segundo ano, num total de 34 linces no Parque Natural do Vale do Guadiana.

LINCE IBÉRICO LIBERTADO EM MÉRTOLA MORREU ATROPELADO

O Neco, um lince ibérico libertado quinta-feira no vale do Guadiana morreu atropelado na zona de Mértola, no Baixo Alentejo e foi recolhido esta madrugada por uma Vigilante da Natureza do Departamento Conservação da Natureza e Florestas do Alentejo.

O Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) adiantou em comunicado que o lince foi encontrado por um morador na quinta-feira à noite na Estrada Municipal entre Mértola e Corte Gafo de Cima, distrito de Beja, conforme avança o Observador.

AFINAL HÁ MAIS UM LINCE ALENTEJANO

Após um mês a serem monitorizados por fotografia, foi possível constatar que a ninhada da fêmea Lagunilla, libertada em 2015, no Parque Natural do Vale do Guadiana, no concelho de Mértola, distrito de Beja, é composta por quatro crias e não por três como inicialmente se pensava, refere anunciou o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

NOVA NINHADA DE LINCES NASCE NO ALENTEJO

São mais 3 os bebés de lince ibérico nascidos no Alentejo, naquela que é já a terceira ninhada após o processo de recuperação da espécie e repovoamento, iniciado em 2014, de acordo com o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Estas crias nasceram entre 2 e 8 de Março e são filhas da fêmea Lagunilla, libertada em 2015 em Mértola.

Imagem de capa daqui.

ALENTEJO SALVA LINCE IBÉRICO DA EXTINÇÃO

Foi confirmada a existência da primeira ninhada de lince-ibérico no Parque Natural do Vale do Guadiana. As câmaras conseguiram captar a imagem de uma cria de cerca de 45 dias acompanhada da sua progenitora, Jacarandá, a primeira fêmea solta em Portugal no dia 16 de Dezembro de 2014. A cria e mãe foram identificadas através dos procedimentos de monitorização instalados na Herdade das Romeiras.

LINCES ALENTEJANOS ESTÃO COM O CIO

Pode parecer que estamos a dar uma notícia sem importância mas o acontecimento é demasiado importante para o ignorarmos.