Está aqui

José Robalo

SINES COM NOVO CENTRO DE SAÚDE DE DOIS MILHÕES DE EUROS

O Litoral Alentejano conta desde ontem com um novo centro de saúde após um investimento de dois milhões de euros. Segundo José Robalo, presidente da Administração Regional de Saúde do Alentejo, este novo equipamento, instalado em terrenos cedidos pela Câmara Municipal de Sines, estará a funcionar em pleno nos próximos dias.

Ao todo são 1200 metros quadrados, repartidos por dois pisos, cada um deles com capacidade para uma Unidade de Saúde Familiar e para receber uma terceira, com 10 equipas constituídas "por um médico, um enfermeiro e um assistente técnico".

ALENTEJO NÃO ATRAI MÉDICOS. 78% DAS VAGAS FICARAM POR PREENCHER

O Alentejo é o mais penalizado do país no que toca ao preenchimento das vagas abertas para a colocação de médicos. De um total de 230 vagas em centros de saúde e hospitais, 180 ficaram por preencher, ou seja 78%.

A maioria das vagas abertas dizem respeito a anestesiologia, medicina geral e familiar, medicina interna e psiquiatria.

Segundo José Robalo, presidente da ARS do Alentejo, em declarações ao DN na edição de hoje, existe "uma grande dificuldade em fixar profissionais, o que faz com que para completar os serviços tenhamos de recorrer a prestações".

NOVO HOSPITAL DE ÉVORA ABSORVE 83% DO INVESTIMENTO EM 2017

Mais de 83% do orçamento de 2017 para a saúde no Alentejo destinam-se à construção do novo Hospital de Évora
 

MÉDICOS NÃO SE SENTEM ATRAÍDOS PELO ALENTEJO

O problema, se bem que não quantificado, deve afetar todo o interior do país, a braços com a falta de médicos. Neste momento e segundo declarações do Presidente da Administração Regional de Saúde, José Robalo, estão a concurso 64 vagas para médicos, para 23 especialidades, para as unidades de saúde do Alentejo.

José Robalo disse à agência Lusa esperar melhores resultados deste concurso já que e segundo o mesmo responsável, "muitas vezes, as vagas ficam desertas".