Está aqui

João Ramos

OBRAS NO IP2 ESTÃO A PREJUDICAR CASTRO VERDE

João Ramos (PCP), deputado eleito por Beja, está preocupado com a fase final das obras no IP2 e com as alterações à circulação, junto a Entradas, no concelho de Castro Verde, no Baixo Alentejo, que estão a criar "problemas à mobilidade e á actividade económica naquele concelho". Em pergunta dirigida a Pedro Marques, ministro do Planeamento, João Ramos alerta para o facto de terem sido encerrados vários acessos do IP2 a caminhos agrícolas e que não foram criadas alternativas à circulação das máquinas agrícolas.

FALTA DE ENFERMEIROS EM PORTALEGRE É "MUITO GRAVE"

João Ramos (PCP), deputado eleito pelo distrito de Beja considerou "muito grave" a falta de enfermeiros e auxiliares no Hospital de Portalegre. João Ramos, ele próprio enfermeiro, esteve recentemente no Alto Alentejo, no âmbito de uma campanha "em defesa do Serviço Nacional de Saúde" e considerou inexplicável a falta de enfermeiros em Portalegre quando a cidade tem uma escola de saúde e é elevado o números de enfermeiros desempregados.

JOÃO RAMOS DEFENDE INTERVENÇÃO SOCIAL EXTRAORDINÁRIA NO INTERIOR ALENTEJANO

João Ramos, deputado eleito pelo PCP por Beja, defende que o governo deve intervir com um programa social extraordinário direcionado ao interior do país, particularmente no Alentejo, onde fatores como o desemprego colocam um número excessivo de pessoas sem acesso a qualquer rendimento ou beneficiários do Rendimento Social de Inserção  “em valores que não permitem uma vida digna”.

JOÃO RAMOS PREOCUPADO COM DESEMPREGO EM BARRANCOS

Numa visita a Barrancos, Beja, João Ramos, deputado eleito pelo PCP no Baixo Alentejo, declarou-se preocupado com os problemas que o concelho vive em termos de desemprego. Em 2015 o INE colocava-o com um dos concelhos com maior taxa de desemprego do país (19%), particularmente dos jovens até aos 25 anos.

JOÃO RAMOS DEFENDE INTERVENÇÃO DO GOVERNO NA ESCOLA DE SERPA

O coro de vozes preocupadas com a situação na Escola Secundária de Serpa aumenta e a ele junta-se agora João Ramos, deputado do PCP eleito por Beja, que num encontro com o diretor do agrupamento de Escolas N.º 2 de Serpa, garantiu que o assunto já havia motivado uma comunicação há cerca de um ano ao Ministério da Educação mas que a situação daquele escola, a precisar de obras, se mantém inalterável.

João Ramos assumiu perante o diretor do agrupamento daquela escola, que vai pressionar a tutela a comprometer-se com um calendário de obras, conforme adiantou à Rádio Voz da Planície.

BEJA: PCP DEFENDE SALÁRIO MÍNIMO DE 600 EUROS JÁ EM JANEIRO

O PCP de Beja prepara-se para um dia de contactos com trabalhadores das autarquias, superfícies comerciais, na Rodoviária do Alentejo e no Centro de Contacto da PT para defender a subida do salário mínimo nacional para os 600 euros já em janeiro. Em comunicado enviado a esta redacção o PCP adianta que levará amanhã, dia 16 de dezembro, à Assembleia da República uma proposta de aumento extraordinário do salário mínimo nacional para 600 euros, já no próximo mês de janeiro.

BEJA: DEPUTADOS DEBATEM SAÚDE MENTAL

Os três deputados eleitos pelo Baixo Alentejo vão debater o tema da Saúde Mental, hoje, a convite da  Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA), no âmbito da Semana da Saúde Mental, numa organização feita em parceria com o Plano Nacional de Saúde Mental, a Associação Psiquiátrica Alentejana, a ARIS da Planície e a Hapinez.

 A sessão decorre às 18h00, na Misericórdia de Beja e conta com Nilza de Sena (PSD), Pedro do Carmo (PS) e João Ramos (PCP).