Está aqui

Gestão

O ALENTEJANO QUE VAI MUDAR O MUNDO EMPRESARIAL

Alentejano, natural de Reguengos de Monsaraz, no distrito de Évora, Ricardo Pateiro Marcão pretende revolucionar as organizações através de um modelo onde é possível uma melhor rentabilização, aumentando a motivação das pessoas, baseado na atribuição de incentivos aos melhores colaboradores, consoante os seus objetivos previamente definidos. O investigador confessa que o vinho de Reguengos de Monsaraz é uma ótima forma de vender o Alentejo aos estrangeiros. Com um percurso promissor, dividido entre a Gestão e a Tecnologia, a área empresarial e a investigação, admitiu ainda ao Tribuna Alentejo que as suas origens fizeram “com que me habituasse a ser uma pessoa mais dinâmica”.

AGIR COM LUCIDEZ

Para a esmagadora maioria da sociedade, um indivíduo com sólida formação académica reunirá condição necessária para ter à sua responsabilidade o destino dos seus semelhantes.

O QUE FAZ UMA BOA DECISÃO?

Um dos dilemas mais conhecidos da economia fala-nos sobre a escassez de recursos. A possibilidade de produção de bens é claramente superior à disponibilidade de recursos.

Na prática tem a ver com a necessidade de nos vermos obrigados a escolher o melhor uso a dar ao (pouco) que temos, que é como quem diz decidir o que fazer com cada euro que temos disponível, sabendo que existem opções que tendem para o infinito.

Perante este dilema, somos forçados a tomar decisões optando por usar esse euro de determinada forma, sempre em detrimento de outra.

O VERGONHOSO APELO À DESEDUCAÇÃO

Tinha prometido a mim mesmo evitar voltar a escrever, pelo menos nos tempos mais próximos, sobre questões relacionadas com finanças pessoais. É que às vezes pode parecer paranoia minha… mas não consegui resistir! E tudo por causa de um sms que recebi… Mas vamos por partes.

Como a generalidade dos mortais, tenho que fazer compras. E como muitos de vós, procuro descontos, promoções e afins. Como tal, tenho cartão de cliente em vários supermercados.

AFINAL O QUE FAZ UM ECONOMISTA?

No livro “Economia explicada ao meu filho”, a determinada altura está uma passagem onde escrevo que todos nós somos Economistas: não de formação mas de ação. E isto é puramente verdade: a Economia analisa a forma como os agentes económicos fazem escolhas, devido ao facto de terem um elevado número de necessidades e de terem recursos que são escassos. E essas escolhas implicam benefícios e custos, sendo que todos nós somos obrigados a entrar neste processo.

EMPREENDEDORISMO – PARTE III

A questão é que o perfil de empreendedorismo em Portugal é diferente daquele que considero que deveria ser. Porquê?

O POPULISMO E... A EDUCAÇÃO FINANCEIRA!

O populismo e… a educação financeira! (já viram que tudo dá para falarmos deste tema?)

Como cidadão politicamente interessado (o que não significa que seja politicamente submisso), gosto de ouvir as diferentes propostas desde os partidos representados na Assembleia da República até àqueles que não têm essa representação. Isso significa que pelo menos uma vez oiço o tempo de antena e vou seguindo, com alguma atenção, as entrevistas que vão acontecendo (mais as da rádio, até porque passo muito tempo dentro do carro).

Diz que é uma espécie de Gestor

Existe uma espécie de gestores a habitar nas grandes empresas, tanto na gestão intermédia como superior, que não tem a mínima capacidade para as conduzir, para gerar motivação nas suas equipas e, sobretudo, para criar mudança organizacional e diferenciação perante o mercado envolvente.