Está aqui

EMBRAER

INCIDENTE COM PRODUTO TÓXICO NA EMBRAER EM ÉVORA

A PSP de Évora registou ontem, 12 de agosto, um incidente com produto tóxico na fábrica da Embraer em Évora. Uma fuga de peróxido de cromo estará na origem do incidente que provocou ferimentos ligeiros num trabalhador e num dos bombeiros que interveio no local.

O derrame do produto tóxico foi combatido com pó de absorção e recolhido pelos bombeiros, que fizeram deslocar para a zona do incidente, 15 operacionais e cinco veículos. Segundo a PSP não houve contaminação para o exterior da fábrica.

Imagem de capa de magazineindependente.com

EMBRAER RECEBE MAIS 23,5 MILHÕES PARA INVESTIR EM ÉVORA

23,5 milhões de EUR provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) vão ser investidos na modernização das instalações de produção do fabricante de aviação Embraer Portugal, estabelecido na cidade de Évora, no Alentejo.

EMBRAER VAI LANÇAR CLUBE DE FORNECEDORES

O gigante brasileiro da aeronáutica, detentor de parte da OGMA – Indústria Aeronáutica de Portugal, SA e com duas fábricas em Évora, prepara-se para criar um Clube de Fornecedores de forma a apoiar PME's do ramo.

ALENTEJO RECEBE CIMEIRA MUNDIAL DA AERONÁUTICA

O Alentejo tem-se afirmado em várias dimensões. Mais do que apenas paisagens, vinhos ou gastronomia, a região tem desenvolvido a sua componente industrial e tecnológica, muito motivada pela instalação do gigante EMBRAER em Évora e da constituição do cluster aeronáutico, bem como a rede de incubadores que está a operar cobrindo praticamente a totalidade do território. Acresce um aeroporto praticamente novo em Beja e um núcleo industrial aeronáutico inaugurado ontem, com a presença do Primeiro Ministro, António Costa, em Ponte de Sor (Portalegre).

EMBRAER ÉVORA É O TERCEIRO MAIOR INVESTIDOR COM APOIO COMUNITÁRIO

Navigator, Celtejo e Embraer são as três empresas com investimentos mais avultados do país e que receberam apoio comunitário, como avança o jornal ECO.

EMBRAER, A NOVA AUTOEUROPA DOS AVIÕES EM ÉVORA

O título não é nosso mas assenta que nem uma luva à nova realidade criada em Évora com o gigante da aeronáutica e os quase 100 milhões de euros aí investidos. Com 415 funcionários, mais de 100 estagiários e outros tantos fornecedores, o terceiro maior construtor do mundo de aviões, atrás da Airbus e da Boeing alavancou o país fazendo subir na escala de valor e permitindo-lhe a entrada do grupo restrito de países construtores de aviões.

ÉVORA: AERONÁUTICA JÁ LEVA CERCA DE 200 MILHÕES DE INVESTIMENTO

Carlos Pinto de Sá declarou hoje que o Cluster Aeronáutico em Évora já tem cerca de 200 milhões de euros de investimento e possibilita a criação de cerca de 1000 postos de trabalho.

À margem do "Évora Aero Tech Day's" uma conferência que decorre hoje no Parque de Ciência e Tecnologia do Alentejo, o presidente da autarquia referiu  que para além da Embraer, com quase cem milhões de euros de investimento, são mais seis as empresas que se estão a instalar no Parque Aeronáutico e que representam cerca de 170 milhões de euros de investimento.

ÉVORA DEBATE OPORTUNIDADES DA INDÚSTRIA AERONÁUTICA

Trata-se das Jornadas do Évora Aero Tech Day's, decorrem a 23 de setembro no Parque de Ciência e Tecnologia do Alentejo(PCTA), em Évora e são organizadas pela Universidade de Évora e pelo PCTA.

O tema destas jornadas são os "Materiais Compósitos na Indústria Aeronáutica" e envolvem especialistas nacionais e estrangeiros que irão discutir as oportunidades criadas com a indústria aeronáutica, as parcerias ibéricas, tecnologias, soluções técnicas mas sobretudo o futuro do cluster aeronáutico no Alentejo.

EMBRAER: FÁBRICA DE ÉVORA VAI SER ESPECIALMENTE IMPORTANTE


Num jantar em S. Paulo, Brasil, com o Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa, Paulo César de Souza e Silva, presidente da Embraer declarou que "Portugal está num desenvolvimento muito interessante nos últimos anos e, sem dúvida alguma, é um país que tem capacidade de absorver tecnologia".

Páginas