Está aqui

Combustíveis

A GALINHA DOS OVOS DE OURO

Os combustíveis em Portugal são caros. Para isso, basta comparar com outros países europeus e entender que, depois de impostos, temos em média o sexto gasóleo e a sétima gasolina com os preços mais elevados da União Europeia.

Mas, com o fim da revisão trimestral do Imposto sobre Produtos Petrolíferos (ISP), criada no ano passado com o intuito de proteger os automobilistas através da diluição das subidas bruscas no preço dos combustíveis, o consumidor final sai, severamente penalizado, numa altura em que o barril de petróleo custa mais do que custava há um ano.

QUEM FECHA O BURACO?

Há cerca de três meses, quando o governo decidiu aumentar o imposto sobre os produtos petrolíferos em 6 cêntimos, ficou a promessa de voltar a baixar o imposto em função do montante arrecadado com o IVA, com reavaliação trimestral por parte do governo. Passados três meses, o preço dos combustíveis subiu cerca de 11 cêntimos e o imposto baixou 1 cêntimo.

CAMIONISTAS COM GASÓLEO AO MESMO PREÇO QUE EM ESPANHA

O Governo está a propor às associações de transportes pesados de mercadorias definir um preço para o gasóleo igual ao pago em Espanha mas apenas praticado em municípios na fronteira. Para já a resposta é provisória e o regime será experimental, num piloto a testar em três concelhos fronteira com Espanha.

Depois o Governo consultará a Comissão Europeia de forma a avaliar a possibilidade de instituir um regime de gasóleo profissional a nível nacional ou pelo menos a nível regional. A medida proposta será para avançar a partir de dia 1 de julho.

 

TAMBÉM TEMOS CONSELHOS: QUER POUPAR? ABASTEÇA EM ESPANHA

Se não tiver que percorrer mais que 30 km até Espanha, então ainda compensa ir lá abastecer. Para ser mais preciso é vantajoso ir a Espanha abastecer se a ida e a volta não levar mais que 62 km num carro a gasolina e 74 km num carro a gasóleo. Uma maravilha para o Alentejo.

OLÁ E-DIESEL, ADEUS PETRÓLEO

“E-Diesel” é o nome que poderá revolucionar a indústria automóvel, bem como a economia à escala global.

Como o próprio nome indica, é um combustível, que está a ser desenvolvido pela Audi na sua fábrica de Dresden na Alemanha, em parceria com a empresa de energias alternativas Sunfire, e pode tornar-nos independentes dos combustíveis fósseis.

É feito de forma sintética, e é obtido através da separação do hidrogénio e oxigénio do vapor de água. O hidrogénio é depois colocado em reatores a alta pressão e temperatura, juntamente com dióxido de carbono.

Combustíveis no Alentejo. Quanto aumentaram?

Muito se tem falado sobre o preço dos combustíveis na última semana, não só devido ao preço do petróleo ter atingido mínimos históricos, mas também pela “chegada em força” da fiscalidade verde que poderia não permitir fazer sentir essa baixa do preço do “ouro negro” Recordamos que nem todas as gasolineiras aplicaram os impostos na mesma altura.