Está aqui

Arte

JOHNNY GOT HIS GUN

"Johnny Got His Gun", 1969. - Notas Soltas, imberbes e potencialmente contraditórias:

 

Quando a vertigem é cliché, e o cliché se mantém como essência do simbolismo, o que dessa sequência (lógica) subjaz? Um regresso à inocência do olhar, que, por sua vez, é a máquina reguladora da ficção (cinematográfica)? Ou já não é?

Um ou outro spoiler são inevitáveis, o que nada retira a quem não viu. Joe foi para a guerra e obteve a sua arma. Uma vez lá, apanhado à traição por um estampido súbito, pouco lhe restou.

ABERTAS AS CANDIDATURAS AO PRÉMIO FLORBELA ESPANCA

O Prémio Literário Florbela Espanca já está a aceitar candidaturas e a data limite é 15 de setembro.

Este é um prémio bienal – da responsabilidade do Município de Vila Viçosa, terra da poetisa – é com o valor de 2 500 euros e a publicação da obra com a chancela da autarquia.

O objetivo deste prémio é o de homenagear a obra da autora do “Livro de Mágoas” e do “Livro de Soror Saudade”, Florbela Espanca – nascida em Vila Viçosa a 8 de dezembro de 1894 - e podem concorrer obras literárias inéditas, este ano de ficção, e escritas em português.

A IMPONDERABILIDADE EM OZU E SYD BARRET

Frases avulsas escutadas nos meandros nocturnos do pós-cinema ou nos intervalos festivaleiros com nomes de pequenas vilórias em tons garridos e narcotizados. Convencidos, claro está, nem tanto de si próprios, e mais pelas academias jornaleiras dos suplementos de fim-de-semana (cada vez com menos páginas, até que insiste-se, insistem, insistimos desaparecerão, como refluxos de tempos que já não voltam).

AGATHA RUIZ DE LA PRADA LEVA A SUA ARTE A MONSARAZ

A designer e criadora internacional de moda Agatha Ruiz de la Prada vai expor os seus vestidos, a partir de hoje e até 10 de setembro na vila medieval de Monsaraz. A exposição “Espetacular” estará agora na Igreja de Santiago – Galeria de Arte.

Integrada no ciclo de exposições Monsaraz Museu Aberto, esta mostra é composta de vestidos coloridos que expressam alegria e mostram como a artista deseja que seja a sua vida: uma festa, como a exposição complementar atualmente patente no Palácio de Cadaval, em Évora.

O INEXPLICÁVEL

O rapaz escrevia como um verdadeiro legislador, embora não o fosse, nunca tivesse sido e não percebesse a mínima coisa sobre leis. Mas mesmo assim, descontente ora, relaxado outrora, escrevia coisas tão certinhas como as palavras dos diplomas legais.

"ESPETACULAR" DE AGATHA RUIZ DE LA PRADA EM ÉVORA

A Duquesa de Cadaval, abriu as portas do Palácio Cadaval, em Évora, para a exposição da conhecida artista espanhola Agatha Ruiz de la Prada.

Com o nome “ESPETACULAR”, a exposição foi inaugurada no dia 24 de junho e é composta por 36 propostas de roupa com a marca da animada e alegre artista e designer espanhola, sendo as peças a sua imagem: coloridas, alegres e com uma nota sui generis: em forma de bolos, rebuçados e bombons.

As peças estão a ser expostas pela primeira vez e a estarão patentes, de terça-feira a domingo, até 25 de setembro.

 

THE KEEP DE MICHAEL MANN

The Keep (1983), Michael Mann

Um filme de horror – foi-me dado a ler num momento de acaso. Sobre o sinistro destino de um batalhão nazi perto do final da guerra. Esquecidos nos confins da Roménia, ocupam um castelo e inadvertidamente libertam uma entidade milenar e demoníaca presa nas suas catacumbas. Para a combater, procuram a ajuda disponível, um professor de História e a sua filha, não sem ironia judeus, e ainda um louco que diz saber como destruir esse demónio.

BEASTS OF THE SOUTHERN WILD

Beasts of the Southern Wild (2012), Benh Zeitlin

 

Da estranheza (para o caso, sensação muito próxima do incómodo) ao inacreditável encantamento. Eis o percurso que nos é proposto por Benh Zeitlin em Beasts of the Southern Wild. E que título admirável este, com entrada directa para a galeria dos melhores de sempre.

PROF. VICTOR BERGMAN

Uns quantos e lambuzados porquês, incertezas e fundamentações projectadas em múltiplas direcções, e logo devolvidas entre júbilos. Ligeira pausa.

Espaço 1999, digo a certa altura, e sorrio – como uma pista, cujo significado está apenas ao alcance de alguns privilegiados, que se solta.

Espaço 1999 (!), e continuo a sorrir - a exclamação como cunho pessoal, uma sensação vaga de poder, servida trocista numa espécie de bandeja de bits.

A DESCENTRALIZAÇÃO DA ARTE CHEGA AO ALENTEJO

A arte é para todos e deve estar em todo o lado. A descentralização da produção artística contemporânea é o ponto originário do Festival Atalaia Artes Performativas e que decorrerá de 29 de junho a 8 de julho, em Ourique e Aljustrel.

O festival será constituído a partir das residências de criação e que respeitavam dois pressupostos essenciais: o envolvimento com a região do Baixo Alentejo e com a comunidade local. Estas residências contaram com a participação 12 artistas –  e que deram origem a oito projetos selecionados por um júri especializado num concurso internacional.

Páginas