Está aqui

Ano Novo

NO INÍCIO DE UM NOVO ANO

Findo o ano de 2016, cabe a já habitual retrospectiva.

2016 trouxe-nos a certeza que a esquerda, afinal, é capaz de se unir quando é preciso levar o País para a frente e mudar o rumo e a política desenvolvida até determinado ponto.

Trouxe-nos um Presidente da República que mostrou uma nova faceta que, em certos aspectos, poderá ser exagerada. Mostrou a faceta da proximidade e da participação junto da comunidade.

Mal ou bem, Marcelo Rebelo de Sousa já pautou pela diferença relativamente aos seus antecessores.

2016 COM NOVAS REGRAS NA ESTRADA

Com o novo ano chegam novas regras na estrada.

Como já tinha sido anunciado pelo anterior governo, a partir de 1 de junho de 2016 as cartas de condução passarão a obedecer a um regime de pontos.

Esta nova carta por pontos não tem efeitos retroativos e também não contempla amnistia para as contraordenações cometidas ao abrigo da atual lei.

Cada condutor terá 12 pontos; à medida que vai cometendo contraordenações graves e muito graves, e/ou crimes rodoviários, esses pontos vão reduzindo e pode mesmo chegar à cassação da carta.

MUDE COM O NOVO ANO

Mudar de ano é uma época de resoluções: “No próximo vou fazer isto e aquilo e quero conseguir tal coisa” etc, mas para chegar a esses desejos comer as passas com o passar da meia-noite não basta. Muitas vezes só conseguirá chegar a esses objetivos mudando-se a si primeiro.

Acha que não? Consegue lembrar-se da lista de resoluções que fez o ano anterior? Conseguiu o que queria? 

Nos negócios, na sua vida profissional ou até pessoal, há coisas que pode melhorar para que possa realmente mudar com o ano novo.

 

1.       Não minta a si próprio

OS ÚLTIMOS NÚMEROS DO ANO

Última nota de economia do ano.

Uma das coisas que fazemos com fulgor nesta altura é pensar, refletir, fazer o balanço do ano que agora termina e as previsões para o que há de vir. E nos nossos pensamentos os números não poderiam deixar de estar presentes. Ora vejam.

Ideias para um bom 2015

Novo Ano, nova lista de resoluções, vontades, objetivos e ideias. Algumas passam já de ano para ano, outras vão desaparecendo e entre tanto desejo acabamos por nos perder.