Está aqui

ACP

30 ANOS DA BAJA PORTALEGRE COM DIREITO A RELÓGIO

A Baja Portalegre 500, que decorre este fim-de-semana – é a mais antiga e mítica prova do Todo Terreno nacional e vai já na sua trigésima edição. Este ano, a “velha guarda” – com nomes como o Engº Pedro Vilas Boas ou “Tucha” Barbosa, com José Megre na memória - voltou a reunir-se em Portalegre e a recordar grandes aventuras do nascimento do todo-o-terreno em Portugal.

CLÁSSICOS BRITÂNICOS À DESCOBERTA DE ÉVORA

Uma valência do Automóvel Clube de Portugal, o ACP Clássicos, vai levar a efeito a 13ª edição do “Passeio dos Ingleses”.

Esta edição do evento decorre hoje, sábado, 30 de janeiro, até Évora, por onde - perto da hora de almoço - desfilarão cerca de 170 automóveis clássicos com mais de 350 participantes.

O “Passeio dos Ingleses” – uma das provas do género de maior relevo europeu – vai marcar o início da temporada e é uma prova exclusivamente dedicada a automóveis clássicos de marca britânica.

BAJA PORTALEGRE 500: O QUE GANHA O DISTRITO?

Qual o impacto na economia local de uma iniciativa âncora como é o Baja Portalegre 500? Quem ganha e o quê? São perguntas para as quais procura respostas o Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), que está associado ao Automóvel Clube de Portugal (ACP) na organização da competição de todo-o-terreno, que decorre desde ontem em território do Alto Alentejo.
 

PRIMEIRO CARRO IMPORTADO VOLTA A SANTIAGO DO CACÉM 120 ANOS DEPOIS

Em Outubro de 1895, há precisamente 120 anos, desembarcava em Portugal o primeiro carro importado. Era um Panhard & Levassor e a uma velocidade máxima de 15km/h, levou três dias a chegar a Santiago do Cacém, numa viagem cheia de peripécias.

Pois 120 anos depois o mesmo carro, que é propriedade do Automóvel Clube de Portugal (ACP), volta de novo a Santiago do Cacém para comemorar 120 anos desta instituição.