Está aqui

Teatro

XII ENCONTRO DE CULTURAS

A Cultura é feita de diálogos, transmissões e partilhas. Uma ótima oportunidade de comprovar isso é a 12ª Edição do festival “Encontro de Culturas”, em Serpa no distrito de Beja. Uma festa a decorrer de 05 a 10 de junho, onde, “os principais espetáculos terão uma ligação direta ao cante alentejano, aos cantadores e ao Alentejo”, segundo o Presidente da Câmara de Serpa, Tomé Pires, em declarações à Lusa.

AVIS RECUA À ÉPOCA MEDIEVAL, EM RECRIAÇÃO

Falar de Avis é falar da Ordem de Avis, logo esta localidade alentejana assume uma espécie de medievalidade constante. Para o provar está nova feira medieval que está a fazer Avis recuar até aos séculos XIII e XIV e que decorre até domingo, 10 de Maio.

O cenário para toda esta encenação é o centro histórico da Vila e o evento decorrerá sob o mote: Da Ordem de Calatrava à Ordem de Avis.

Castro Verde: 7º Festival de Teatro Escolar decorre até 20 de março

Começa hoje e durará até ao próximo dia 20 de março o 7º Festival de Teatro Escolar promovido pela União de Freguesias de Castro Verde e Casével, em colaboração com o Agrupamento de Escolas de Castro Verde e a Câmara Municipal de Castro Verde.

Alvito procura figurantes para recriar século XVI

A 20 de junho de 2015, Alvito recuará no tempo até ao ano de 1531 para celebrar o nascimento do filho do Rei D. João III, o príncipe D. Manuel. D. Manuel que foi jurado herdeiro do reino de Portugal em 1535 até à sua morte a 14 de abril de 1537 em Évora, com apenas cinco anos.

Porque não Emigras? Nova peça de Carlos Areira entra em cena a 27 em Vendas Novas

Carlos Areia, Marta Fernandes, Paulo Patrício, Rosa Soares e Patrícia Candoso subirão ao palco do auditório municipal em Vendas Novas no próximo dia 27 de fevereiro para a peça da Revista à Portuguesa – “E porque não emigras?”.

Teatro: Revista à Cunha em Aljustrel

No próximo dia 24 de janeiro o Cine Teatro Oriental de Aljustrel, vai encher-se de humor, sátira política e social, música e dança com a peça, A Revista à Cunha, com encenação de Marina Mota e Carlos Cunha, duas das personalidades mais conhecidas dos portugueses do Teatro de Revista.

Páginas