Está aqui

Exposições

142 MIL EUROS EM NOVO CENTRO DE ACOLHIMENTO TURÍSTICO EM MONSARAZ

A vila medieval de Monsaraz, no Alentejo Central, vai ter um centro de acolhimento turístico no edifício da Casa da Universidade de Évora e uma extensão desse centro na Casa da Roda/Casa do Berço, que recolheu durante séculos as crianças abandonadas da vila e que transmitirá aos visitantes essas memórias.

A Casa da Universidade de Évora vai receber obras de adaptação e beneficiação geral do edifício e do jardim com vista para o Grande Lago Alqueva, que será transformado em espaço de artes, num investimento de cerca de 142 mil euros.

CORUCHE RECEBE UM FESTIVAL DE BALONISMO ÚNICO

A vila ribatejana de Coruche vai receber a primeira edição do Rubis Gás UP - Festival Internacional de Balonismo entre 28 de março e 2 de abril. Portugal, Brasil, Espanha, França, Alemanha, Luxemburgo, Holanda e Inglaterra são alguns dos países que já confirmaram a participação neste festival, que vai encher o céu de balões coloridos e com formatos especiais.

A FESTA E OS FOLGUEDOS DO POVO NO ALENTEJO, NO CASAMENTO DE COLOMBO

O “Anúncio dos banhos e do noivado entre a filha do Capitão Donatário de Porto Santo, Filipa Moniz e Cristóvão Colombo”, “a festa e os folguedos do povo” e “as Bodas e o Esposamento de Cristóvão Colombo” são algumas das recriações que a Feira Medieval de Vila Ruiva, na Cuba, no Baixo Alentejo, encena nos dias 24, 25 e 26 de março.

Os visitantes vão encontrar uma “Vila Ruiva Medieval”, cheia de animação e convívio cujo objetivo é dar a conhecer ao público, residente e visitante, a vivência quotidiana na Idade Média.

CAPITAL DO PORCO ALENTEJANO COM A MAIOR MOSTRA DO MUNDO RURAL

A Vila de Ourique, no Baixo Alentejo, já entrou em contagem decrescente para a XI edição da Feira do Porco Alentejano, uma iniciativa da autarquia e da Associação de Criadores do Porco Alentejano. A iniciativa tem sido umas das âncoras do cluster do Porco Alentejano, que correu sério risco de extinção e levou os decisores locais a salvaguardar a sua cultura.

Não é por acaso que Ourique é a "capital" do porco alentejano. Desde então a a fileira desenvolveu-se e recuperou a importância daquela indústria para a economia regional.

SABORES DO GUADIANA EM FESTIVAL DO PEIXE DO RIO

A bela aldeia ribeirinha do Pomarão, Mértola, no Baixo Alentejo, celebra a riqueza e os sabores do rio com o seu XV Festival do Peixe do Rio, entre 1 e 2 de abril. O festival é composto por tasquinhas de artificies com séculos de conhecimento nos pratos de lampreia, muge, enguias e outras iguarias que a natureza oferece e o génio criativo do homem transformou.
 

MÉRTOLA CHEIA DA BOA CULTURA ISLÂMICA EM MAIO

Mértola volta a vestir-se da cor, cheiros e sabores que povoavam há séculos o seu quotidiano. A magia do 9.º Festival Islâmico regressa às ruas do Centro Histórico entre 18 e 21 de maio, onde a herança islâmica da Vila-Museu mistura-se com mercadores e artesãos vindos da bacia do Mediterrâneo, numa celebração cultural única.

A 9.ª Edição do Festival Islâmico volta a apostar no mercado de rua – souk, na música, nas exposições, nas conferências, no teatro e na gastronomia.

Imagem de capa da aputadacarraca.blogspot.pt

BOLO E CHAMPANHE PARA TODOS NO FLUVIÁRIO DE MORA

O maior e mais completo fluviário do país, reconhecido por toda a Europa, está em Mora, no Alentejo Central, e faz amanhã 10 anos de existência. 10 anos depois e mais de 800 mil visitantes, o Fluviário de Mora marca hoje a vida de um concelho com menos de 5 mil habitantes e o impacto na economia local tem beneficiado restauração e serviços locais em geral.

Para celebrar a data o Fluviário de Mora vai oferecer bolo de aniversário e champanhe para todos os visitantes no próximo sábado, dia 25 de março.

UM MICRO MUNDO EM EXPOSIÇÃO MACRO

Em Odemira, na Biblioteca Municipal José Saramago, vai estar patente ao público, de 18 de março a 13 de abril, a exposição de fotografia “Mundo Macro”, de José Pacheco, um fotógrafo de natureza.

“Mundo Macro” junta as duas paixões do autor – fotografia e natureza – e pretende mostrar o mundo em miniatura que nos rodeia.

FESTIVAL DE SINES PREMIADO NO IBERIAN FESTIVAL AWARD

Um ícone do verão alentejano – no que à música e multiculturalidade diz respeito- o Festival de Músicas do Mundo de Sines (FMM Sines) foi triplamente premiado na segunda edição dos Iberian Festival Awards - que teve lugar em Barcelona, Espanha - arrecadando os galardões para Melhor Programa Cultural ibérico e o de Melhor Festival e o festival com melhor promoção turística em Portugal.

Os Iberian Festival Awards são promovidos pela Associação Portuguesa de Festivais de Música e pretende distinguir os melhores festivais que se realizam em Portugal e Espanha.

Páginas